Black denim, couro e peles são ênfase nos desfiles

A primeira vista os desfiles apresentados durante o Copenhagem Fashion Week, maior evento de moda da região nórdica, parecem irrelevantes para o segmento denim: pouca ou nenhuma existência do visual índigo, tecidos pesados e térmicos, lãs, e muita pele. Uma segunda leitura, no entanto, nos remete à confirmação de que o inverno 2014/15 será mais escuro, volumoso, continuará girando em torno do couro e do toque coated. Desta vez, porém, a aparência escura em black e grafite ecoa como o visual principal das calças.



O inverno quer vestir-se de inverno: este é o principal apontamento antecipado pelos desfiles de Copenhagem, evento de moda com crescente visibilidade no cenário internacional. Casacos magníficos anexados à roupas funcionais e essenciais: e é aí que entrará o jeans, especialmente nas versões black e nos tons acinzentados.E com tal aparência, temas como o grunge foram eleitos por marcas como A Friend by A. F.como aposta para renovar o visual da moda de rua.



Além do numero mix em couro na versão black, tivemos versões manchadas e terrosas do material em marcas como Whiite. Nas demais peças que dialogam com a moda jeanswear, destaque para os camuflados em uma diversidade de ítens da Muntle, o toque metalizado colorido da Benedikte Utzon Wardrobe, e as estampas renovadoras da marca Stine Goya recolocando o visual decorativo como uma aparência desejada.



Os sobretudos imponentes e os casacos de pele volumosos foram definidos como as peças-chave mais representativas do visual da estação. Macacões longos representaram o mix desejo dentro do guarda-roupa funcional, enquanto a saia longa evasé marcou presença como um formato pertinente para atender às expectativas mais vaidosas do clima frio.



A semana de moda de Copenhagen ocorreu entre os dias 28 de janeiro e 02 de fevereiro, e vem ganhando visibilidade por receber marcas essencialmente urbanas e também mantém boa fama no quesito criatividade.