Denim em mood rústico no desfile da Pam&Gela

Shorts e calças jogging empoeiradas de terra, chapéus de vaqueiro, colares étnicos e

casaquetos em estilo militar. Desta fusão de referências e explorando um mood rústico,

resultou o desfile da marca Pam&Gela na temporada de desfiles

correspondente ao Verão 2016 internacional (verão 2017 nacional), em Nova Iorque. No

mix, além dos coloridos focando os tons terrosos e da presença de materiais como

camurça, couro, moletom e tricôs; o denim no visual índigo também

realizou sua aparição na versão de shorts corriqueiros e no formato do fit flare,

conciliando o contorno da peça com um bonito trabalho de patches.



Mas não foi apenas no mix de calças que a fisionomia jogging imperou: Pam&Gela

colocaram em evidência o apelo fresco e versátil desta mesma leitura levada aos

macacões, do que resultou uma variação extremamente comercial ao

item. Já a flare proposta pela grife veio absolutamente composta pela junção de

retalhos em uma delicada alusão ao hand made e às inspirações artesanais. Das

principais características evidenciadas pelos itens em jeans no desfile, destacamos o

afastamento da leitura da five pockets e o abandono dos bolsos convencionais, em prol

do zíper vertical enfeitado por ponteiras e palas.



Em síntese, as referências setentistas continuam, porém estão mais

rústicas, dialogando com materiais de melhor qualidade, provável

influência pela demanda por uma moda mais durável e menos descartável. Na mesma

linha percebemos o contraponto das malhas, agregando discurso de conforto, mas em

peças que não comunicam desapego ­ pelo contrário, valem-­se de drapeados e fendas

para elaborar itens extremamente refinados e femininos. Por fim, a indicação de um

caminho para renovação das joggings, diluindo-­as em desenhos

casuais e peças desejo especiais da temporada.