Piet aposta nos mais variados tipos de uniformes

Os uniformes foram o ponto de partida do designer Pedro Andrade para a marca Piet, que apresentou sua coleção na última edição da São Paulo Fashion Week. Entre as inspirações, surgiram peças baseadas nos trajes escolares com plissados, dos técnicos de obras com cintas de sustentação e aviamentação exclusiva, além dos esportivos, dos operários e militares. Tudo mesclado à alfaiataria moderna. Os tons passeiam entre os clássicos marrom, branco, preto, azul e pitadas de pink, amarelo e prata.

“Desconstruí a banalidade e brutalidade dos uniformes tradicionais, e trouxe sofisticação e delicadeza para eles. Reduzi os signos dos trajes na essência e encontrei elementos chaves que remetessem a esse universo sem ser literal”, conta o estilista e fundador da marca.

Dessa mistura surgiram sarjas na cor marrom em calças croppeds, blazer com bolsos aparentes, amarrações e ilhoses, e na saia envelope. A calça oversized no azul marinho vem com costuras aparentes na linha branca, o tom ainda pode ser visto em detalhes dos looks femininos. A sarja com aspecto tecnológico do nylon, no azul e verde escuro surge em peças utilitárias.

Em parceria com a cerveja Budweiser, a marca trabalhou com o logo aplicado na calça chino. A Piet realizou ainda uma collab com a Nike, onde o estilista recriou diferentes peças a partir das camisas de futebol. Destaque para o look final do desfile, um vestido rodado, todo colorido.

“Pedi para a Nike todas as camisas que eles tinham do Brasil e de outros times. Desmontei as peças com moulage e dessa desconstrução, desenvolvi novos modelos,” explica Pedro, que pela primeira vez apresentou looks femininos na passarela.

Fonte: Vanessa de Castro | Foto: Agência Fotosite