Tons macios e reinvenção da cintura alta na Mardeau&Dean

Inspirada na cultura e na literatura, a grife Mardeau&Dean, fundada em 2007 por Ingrid Bredholt e Patrik Rosenfors, novamente explorou o visual da dupla de viajantes modernos: essência filosófica da marca. O casal itinerante em constante movimento e emoção, elaborado para dialogar com a temporada de Verão 2016 Internacional, desta vez, foi reencarnado através de roupas em couro e denim com aspecto habilitado ao refinamento dado tempo e uso marcando o estilo de toda a coleção apresentada durante a semana de moda de Copenhagen.



As cinturas elevadas e a cartela predominantemente luminosa nos tons branco e pastel quebradas por aparições do black denim marcaram o estilo do jeans apresentado pela marca, assim como as demais peças confeccionadas no material. Como complementos a coleção trouxe jaquetas que aliaram minimalismo à desconstrução em tons apagados de cinza, camisetas esportivas com brilho de lurex e camisaria com mangas românticas enfeitando o visual feminino. O jeans com cintura elevada e leitura refinada trouxe novas fórmulas para os quadris, explorando a exposição da pele através de construções vazadas colocadas com todo o discernimento.



Como elemento direcional apresentado na coleção, destacamos a confirmação de um espaço maior para os tons pastéis luminosos tanto nas coleções femininas quanto masculinas da temporada equivalente ao Verão 2016/17 nacional. Também o tema do viajante moderno e os diálogos do jeans com as malhas metalizadas explorando fisionomias todo-o-dia como a t-shirt. Já como elemento inspiracional oportuno para influenciar o design nacional destacamos a vocação usável das construções que reformularam as skinnies femininas com cinturas elevadas, revelando com toda a etiqueta os quadris. Uma excelente inspiração para quem já testou a aceitação do fit e deseja reinventá-lo de maneira mais criativa, sem prejuízo da leitura adequada e da vocação repetível inerente à peça.