Um conto de fadas clássico para o denim por Ole Yde

Denim adequado, vestido na moça educada, feminina e clássica: mas desta

vez, narrado com a delicadeza de um conto de fadas, através do olhar

lânguido envolto por golas plissadas sonhadoras, e com garantia de

atualização estética assegurada pelo visual denim. Esta foi a proposta

apresentada pela coleção da marca Ole Yde para a temporada de Verão

2016 internacional ­ correspondente à 2017 nacional ­ na mais recente edição

da semana de moda de Copenhagen.



Releituras do conjuntinho estilo Chanel, explorando o

denim em formas estruturadas, cinturas marcadas, silhueta lady-like e

babados discretos elevaram o tom usável da coleção, em composições que

dialogaram com materiais fluidos, transparências, rendas, tricôs com fios

metalizados e versões românticas do tradicional tweed. Sob a aparência do

índigo amaciado, embelezado pelo efeito frayed

marcando alguns recortes, o material constou na coleção na forma de ítens

extremamente coordenáveis, como o casaqueto com gola careca

embelezado pelo acabamento frayed, o conjunto femininos de alfaiataria, a

saia lápis e os vestidos retos que tanto foram explorados plenamente no

visual índigo, quanto em misturas onde o moletom se destacou como

material principal.



Longe de se ater apenas às tendências, a coleção YLE by Ole Yde

colocou em evidência uma variação criativa de estilo, passível e oportuna de adquirir

apelo comercial através do denim. A alfaiataria jogada no assédio do universo feminino,

em tom adequado e bem alinhado, livre de qualquer resquício austero graças à narrativa

sonhadora incorporada pela marca, veste tanto o humor jovem e inocente, quanto a

mulher madura que zela pela manutenção de um visual delicado.