5ª edição do Homem Brasileiro ocupa três espaços em São Paulo

O Homem Brasileiro, primeiro e único evento multidisciplinar sobre as masculinidades e as transformações em relação a sociedade e mercado, chega em sua quinta edição. O evento reúne empresários, pesquisadores e profissionais de diversas áreas interessados no assunto entre os dias 26 e 29 de agosto.

Nesta edição, de maneira inédita, o encontro irá ocupar três espaços em São Paulo: a ESPM, a UNIBES Cultural e o Centro Cultural São Paulo. A edição apresentará dez diálogos com cerca de 40 nomes das mais diferentes áreas. O objetivo é buscar novos entendimentos por aqueles que pesquisam os papéis masculinos, criam, projetam, produzem ou vendem para o público.

E cada locação será palco de um tema diferente. No primeiro dia de evento, a ESPM será palco do diálogo “Masculinidades: Comunicação, Design, Consumo”. Nomes como Felipe Gil, diretor de conteúdo da Trip; Daniel Gasparetti (head de estratégia da agência Mutato; DYG Midnight, Diretor da plataforma Quebrando Tabu; Pedro di Santi, psicanalista e professor de Psicologia da Comunicação da ESPM e Rodrigo Santini, da Ben & Jerry, irão falar sobre Masculinidades nas Mídias.

O espaço também irá sediar o papo “Masculinidades e Consumo”, que terá André Fischer, criador e diretor do MixBrasil Festival de Cultura da Diversidade; Túlio Custódio, Antropólogo e Pesquisador de Masculinidades Negras; Sérgio Garrido, professor da ESPM em Pesquisa de Consumo; e Vanessa Yadoya líder da Vanguard Strategy, consultoria de estratégias para marcas de moda e varejo.

No segundo dia, que também acontece na ESPM, Pedro Diniz, jornalista especializado em moda da Folha de S. Paulo e colunista da revista Exame, irá mediar o debate sobre “Moda e Mercados Masculinos”, que irá abordar  redes sociais e corpos masculinos idealizados. O painel contará com Mariana Nassralla, Diretora de Produto Aramis com mais de 30 anos trabalhando com moda; Leonardo Hall, consultor da Focus Têxtil; Arlindo Grund, apresentador do programa Esquadrão da Moda; e Julio Moreira, Professor Doutor da ESPM especialista em marketing e branding autor da tese Homo Speculum: Reflexos do Corpo.

Na sequência acontecerá o Diálogo com o tema “Design e Masculinidades”, com mediação de Ademir Correa, redator chefe da revista GQ, e participação de Guilherme Amorozo, editor chefe da revista Casa Vogue, Monica Barbosa, colunista de design e decoração da revista Caras e Mário Queiroz.

A UNIBES Cultural tratará dos temas “Da violência ao afeto” e “Paternidades”. O primeiro deles será conduzido por Mohara Valle, consultora de Comunicação e Programas da Promundo-Brasil, e contará com as presenças de Sergio Barbosa, professor de Filosofia e Sociologia, e Co-fundador da campanha do Laço Branco – pelo fim da violência contra a mulher; Mafoane Odara, psicóloga, mestre em Psicologia Social, mãe e coordenadora da área de enfrentamento à violência contra as mulheres do Instituto Avon; Ricardo Dias, coordenador de políticas para LGBTI da Secretaria Municipal de Direitos Humanos de São Paulo.

Já o segundo encontro será conduzido por Leandro Ziootto, da 4Daddy; Gary Backer, presidente e CEO da Promundo; Renato Kaufman, do Google; Daniel Ambrósio, editora da revista Crescer e Henrique Restier, mestre em Relações Étnico-Raciais pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca e Doutorando em Sociologia pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da UERJ.

Por fim, o Centro Cultural São Paulo falará sobre “Geração Z: Saúde, Sexo e Gêneros”. O temserá abordado pelos curadores da instituição: Hélio Menezes, Jaergenton Corrêa e Karlla Girotto. “Saúde” contará com Dr Wagner Figueiredo, Médico sanitarista, mestre em Saúde Pública (USP) e doutor em Medicina Preventiva (USP). Professor adjunto do Departamento de Medicina e docente do Programa de Pós-Graduação do Mestrado Profissional em Gestão da Clínica da UFSCar e Dr. Antônio Modesto, Médico de família e comunidade, doutor em Medicina Preventiva (USP).

Encerrando o evento, o diálogo “Do Manual ao Natural – Sexo e Gêneros” trará Dr. Saulo Vitor Ciasca e Dr Daniel Mori, psiquiatras. Pesquisador e colaborador do AMTIGOS – Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual do IPQ-HCFMUSP. e Cleyton Euzébio, diretor do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS).

As incriçõs para o evento são gratuitas, e já podem ser realizadas no site www.homembrasileiro.com.br.

Fonte: Redação | Foto: Reprodução