Ações da Levi Strauss são anunciadas entre 14 e 16 dólares em sua entrada em bolsa

Na última semana a fabricante norte-americana Levi Strauss anunciou suas intenções de arrecadar até 587 milhões de dólares (522 milhões de euros) logo em sua entrada na bolsa, que marcará o seu regresso ao mercado de ações 30 anos após a sua saída.

A empresa, em atuação há mais de 145 anos, inspirou os blue jeans, e indica ter guardado a daixa de preço entre 14 e 16 dólares por ação para os 36,7 milhões de títulos propostos aos investidores há cerca de um mês.

O grupo é proprietário de marcas como a Levi’s e a Dockers, e tem o intuito de registrar 42,167 milhões de ações, o que poderá representar, no total, 675 milhões de dólares. Com base nesta faixa, isso corresponde a um valor de mercado máximo de 6,17 bilhões de dólares.

A entrada no mercado prevê ainda que o grupo será listado em Wall Street sob o símbolo “LEVI”, da primeira vez em que a empresa esteve no mercado de ações em 1971, antes de sua saída em 1984 por decisão dos herdeiros do grupo. Em seu último relatório trimestral, a empresa declarou que as vendas subiram quase 9%, para 1,59 bilhão de dólares.

A Levi Strauss detêm mais de 50 mil pontos de vendas, e aproximadamente comercializa os seus produtos em mais de 3 mil lojas próprias.

Fonte: Beatriz Fleira | Fotos: Reprodução