Ar praiano dos anos 50 no verão da TNG

Com o frescor do verão no ar e uma gostosa de trilha sonora com o ícone Elvis Presley a marca trouxe para a passarela o mood dos anos 50 com um jeanswear muito bem trabalhado em tonalidades de azuis mais claros e uma profusão de efeitos useds.


O tema “Blue Hawaii” traz inspiração nos filmes de Elvis com um quê militar para os meninos e um toque pin up para as garotas com hot pants e tops croppeds. A estampa de coqueiros, folhagens e florais havaianos permeia diferentes peças e conjuntinhos, com destaque para o fundo crú no denim. E, o carro-chefe da marca – o jeanswear – ganha respingos de tinta, furos a laser, desfiados e manchas localizadas como o sky bleach. Já o white denim vem com aspecto de sujeira da areia da praia com manchas mais escuras. O interessante é o jogo de tons contrastantes no chambray somente amaciado no azul médio ou bruto juntamente com lavagens delavê ou denims mais claros. As variações de azuis e as cores vivas como goiaba, amarelo e verde combinam perfeitamente iluminando os looks.


Em relação aos fits, ora surgem bem confortáveis como os macacões, bermudas e pantalonas com cinturas no lugar para elas, ora bem slims em blazers e calças masculinas curtas e com a barra virada. Com um quê cinquentinha, cinturas marcadas, saias e vestidos rodados e calças com modelagem capri. Jaquetas, coletes e blusas com recorte quadrado também fazem parte da coleção. O denim com malha moletom não poderia deixar vir na estação e invade shorts masculinos e macaquinhos para as meninas.


A abertura do desfile da Tng teve mais uma vez o jeans como destaque, com as tops Shirley Mallmann, com o tecido White Jeans, Mariana Weickert, de camisa e pantalona de denim London e Giane Albertoni, de jumper Luge (Athletic Denim), todos Vicunha Têxtil.

Além dos denins leves, o “authentic denim” tecido clássico, mais pesado e 100% algodão, como o Gregorycontinua trazendo maior diversidade no processo criativo dos estilistas. “Como o Gregory é mais pesado e possibilita ampla gama de padrões, foi possível abusar das lavagens, desde as escuras, que mantêm a cor original, até as mais claras, com respingos, puídos e efeitos manchados, reproduzindo a sujeira da praia e desgaste natural das peças”, comenta Carolina Campos, estilista da tng. O índigo White Jeans, que resgata o aspecto rústico do denim, também foi explorado em produções totalmente rasgadas, recebendo efeitos de spray que lembram a areia da praia e estampas havaianas com inspirações militares.

Destaque também para os efeitos rasgados, muito explorados nesta edição, índigos mais maleáveis e com toque de moletom, como o Ludge e Olympic, maquinetados que apresentam texturas de escamas e espinhas de peixe da linha Athletic Denim, da Vicunha, compuseram looks masculinos e femininos em peças esportivas, como a repaginada camisa pólo e o macaquinho super ajustado ao corpo.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: ZÉ TAKAHASHI/AG FOTOSITE | VÍDEO: YOUTUBE SPFW