Calvin Klein reverte vendas de coleção especial para ONG da Parada LGBTQ+

Apoiadora global do ato, a Calvin Klein não deixou de participar da Parada do Orgulho LGBTQ+ de São Paulo, no último domingo. Para o evento, a marca lançou uma pack underwear com parte da renda revertida para ONG responsável pela realização da Parada na capital paulista. A coleção vem como parte da campanha global “Pride is Power”, que traz a modelo e atriz Indya Moore entre as estrelas.

Este já é o sexto ano consecutivo que a empresa norte-americana Parada de São Paulo, que reuniu mais de 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista em 2019. A marca também apoia as Paradas de Tóquio, Los Angeles, Milão, Nova Iorque, Toronto, Amsterdam, Orlando e Hong Kong.

“Nós não aceitamos intolerância. A inclusão é e sempre será parte vital do DNA da nossa marca e da cultura da empresa. E, por isso, estamos apoiando esta iniciativa globalmente”, disse Fábio Vasconcellos, Presidente do Grupo PVH no Brasil.

Além da coleção especial, a Calvin Klein trouxe como desdobramento um evento que antecedeu a Parada, no sábado. A Lifestyle Store da Oscar Freire receberá influenciadores, imprensa, clientes e convidados especiais para celebrar o Orgulho.

Aqueles que passaram pela loja puderam tatuar digitalmente #MYCALVINS, um código de barra nas cores do arco-íris. A tatuagem digital ofereceu 10% de desconto na compra, além de ser super divertida. A segunda ativação ficou por conta de um espelho mágico, que convidava o público a participar da campanha EU FALO A MINHA VERDADE COM #MYCALVINS e ganhar uma foto impressa que reproduz a campanha.

Vale destacar ainda que a Calvin Klein terá presença especial nas Paradas dos Estados Unidos, vestindo um dos maiores nomes do pop brasileiro, Pabllo Vittar. A cantora e defensora da comunidade LGBTQ+ usará peças da coleção em suas apresentações em Miami e Nova York, nos dias 21 e 26 de junho.

Fonte: Redação | Fotos: Divulgação / Calvin Klein