Checklist dos épicos do estilo e suas contribuições para moda

Batidas eletrônicas que nos desculpem, mas nenhuma outra sonoridade é tão direcional para a moda quanto o rock. É comum salas de desenvolvimento e mentes criativas inspirarem-se em bandas e vocalistas de grupos famosos. Livros de história da moda também os guardam entre os seus mais representativos registros. Antecipando as homenagens ao dia Internacional do rock, 13 de julho, garimpamos entre os mais clássicos e “barulhentos” grupos do gênero, uma pequena amostra do quanto esse estilo musical contribuiu – e continua contribuindo – com estilos que influenciaram o modo de vestir das pessoas, muito antes do mercado sequer sonhá-los. Nos palcos e no look destes grupos e artistas, encontramos direções que protagonizaram – e ainda protagonizam – importantes influências na moda.

Jimmy Hendrix: No visual de um dos maiores guitarristas que a história já conheceu, encontramos os mais glamourosos looks hippies que a moda já viu. Falamos tanto de Bowie e seu estilo glam rock, mas poucos lembram esse gênio que conseguia misturar como ninguém plumas e franjas com calças flare e veludo colorido. E como se não bastasse, Hendrix descombinava estampas psicodélicas na camisaria como ninguém. A era de valorização do styling que vivemos, já havia sido ensaiada por Jimmy com seus toques de moda dados por lenços de paisley amarrados na perna. A contribuição de Hendrix é no patamar da inspiração e da referência de toda uma década.

Led Zeppelin: Calças flare nunca foram tão ajustadas quanto nas apresentações épicas de Robert Plant e todo grupo Led Zeppelin. Graças à banda, o modelo desceu ousados centímetros na cintura, ganhou permissão para ajustar o entrepernas masculino, e colocou no palco as lavagens mais batidas em evidência. Cinturões afivelados, e associação do fit com o colete ganharam sentido imortal para a moda. Mas o mais direcional de todo esse look, é a personificação charmosa do vocalista, que ficou para todo o sempre associada ao jeans com barra boca de sino.

AC/DC: Depois de citar nomes tão estilosos do rock, alguns entendidos podem se perguntar porque o AC/DC está nesta lista. Não, os looks não são bonitos e decorativos, tampouco o vocalista é sedutor. Mas temos uma associação viril do jeans em look estilo construção civil, na produção colete worker e boina, que é absolutamente atemporal na moda – principalmente em nosso setor. E principalmente, temos uma antecipação do rumo que a peça-chave mais libertadora da moda masculina viria tomar: a bermuda. Nas apresentações da banda, o look mais marcante é do carismático guitarrista, que lançou a ideia da produção terno, colarinho e gravata com pernas à mostra. Nasceu aí, um novo significado para a bermuda no look masculino.

Nirvana: Se hoje a moda busca lavagens podrinhas, explora rasgos em moletons, é deles o mérito. Além da música boa que durou pouco, e da personalidade forte dessa banda – quanto todos achavam que o rock já tinha contribuído com todos os fits e referências possíveis, o Nirvana antecipou discursos de desapego, conforto e mesmo upcycle. Sim, porque o grunge nada mais é do que uma forma descolada de usar roupas velhas, surradas, orgulho em vestir o essencial como forma de rebeldia. Sem contar o casamento do jeans antiquado com o xadrez da flanela – uma química criada pelo grupo que a moda jamais esqueceu. Smells like teen spirit, para sempre irá nos inspirar.

Elvis Presley: Impossível não citar o rei do rock. Não só ele endossou o estilo James Jean como também usou muito dry denim em sua fase inicial – especialmente combinando-o no formato imortal com camisa branca ou listrada estilo presidiário. O Jeans que Elvis usava no início da sua carreira, tinha o pesponto bem marcado e o estilo icônico original. Depois disso, veio sua fase flare com franjas e capas – mas são suas fotos com estilo worker e denim original que destacamos aqui, pois trata-se de uma época onde poucos jovens usavam jeans como escolha de moda. Com certeza, o rei do rock contribuiu com sua popularidade para acelerar a adoção natural do item.

Rolling Stones: Eles começaram vestindo roupas comportadas de bons moços como os Beatles. Até que pedras rolaram e eles se tornaram os bad boys do rock. E essa é a parte mais direcional da atuação dos Stones na moda. Eles sempre evoluíram com o passar dos tempos. Iniciando por calças flare listradas – aquele listradinho que está começando a tomar as ruas atuais como tendência masculina. E conforme o tempo foi passando, anteciparam várias direções. Jagger tem usado muito o black denim, como uma escolha de moda madura, rocker e moderna. Também nos palcos, os Stones com frequência mesclam peças esportivas sem prejuízo do mise em scene. Vejam bem – uma antecipação da tendência Athleisure, como informação de moda fashionista para os jovens de espírito. E convenhamos, a adoção de roupas esportivas pelo grupo não poderia ser mais coerente. Afinal quem já foi em um show dos Rolling Stones concorda que o pique de todos os integrantes – em especial de Jagger – é absolutamente atlético.

Feliz dia do Rock!

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução