Denim improvisando novas formas de vestir é o destaque da Harpers Bazaar

A percepção de luxo no denim lavado, o revival da beleza natural e o retorno da costura retorcida e do look desarrumado. Assim, o jeanswear realiza seu primeiro “pronunciamento” direcional do ano de 2017, através do editorial Harpers Bazaar Singapura. E para vestir a ideia do belo sem make, Alessandra Ambrósio foi a grande eleita para apresentar o jeans retorcido, desalinhado e coordenado em camadas destacando acima de tudo o styling impensado e desobediente como o argumento mais cool para o segmento.



Na publicação, Alessandra veste ítens como jaquetas denim volumosas e cropped, shorts com barras reinventadas e combos de jaquetas e coletes, dialogando principalmente com meias e blusas arrastão em tom sport-street. Peças familiares são vestidas de maneira inédita: o fechamento de duas jaquetas essenciais como se fossem apenas um item é o exemplo mais corajoso de todos, que indica o quanto a moda vem buscando renovar o que já existe, como mensagem de não consumismo que não peca na criatividade. Calças são usadas como turbantes, e até mesmo como tops amarrados.



Colocando o diálogo entre as lavagens delavé, stonewash e branco encardido como grandes destaque da atualidade, o mix eleito pelo editorial traz também ricos detalhes para inspirar coleções; como barras de jaquetas desmanchadas, estampas urbanas em mangas, e o tom esportivo dos aviamentos brancos (como botões esmaltados e fechos de cadarço claro) nas peças de lavagem clara que irão constar nas próximas coleções. Porém é o apelo cool do vestir pela metade, o fechamento inacabado das peças comunicando desconstrução, e o improviso das roupas que migram de função no look, que atuam como maiores sugestões deste editorial.

VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO