Denim trabalhado em pontos de luz na revista WSJ

Total denim trabalhado em puídos, pontos de luz e contornos de

costuras marcadas pelo tom esbranquiçado: este é o tópico do editorial intitulado point

blank, da edição de fevereiro da revista WSJ. Nele, o azul índigo com jeitão desbotado

predomina em quase todos os looks; salvo intromissões setentistas com jeitão essencial

de cinturas elevadas e cropped pants desfiadas. Enquanto isso, o conceito principal do

look gira em torno da produção de moda essencial que incorpora os lançamentos, sem

perder a leitura neutra no resultado final.



Das peças eleitas para a elaboração do styling da publicação, a

colocação de maior importância é o macacão longo do borracheiro, com acabamento

macio e construções destacadas pelas variações na nuance do tecido. Dentro do closet

requisitado para as imagens, encontramos também a jaqueta e a minissaia com cara de

item de estimação. O fit referência da estação, correspondente à calça flare no

acabamento stone wash, é proposto no visual bolsos externos e gancho longo, pontuado

pelo tricô corriqueiro alongado pela gola rulê.



Intercalada à proposta essencial setentista, temos a versão fashion da

década, representada pela produção que agrupa a camisa denim em versão minimalista,

junto à leitura de alta moda usável conferida pela “cropped pant” em acabamento

amaciado e barrinha frayed.



VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO