Epson apresenta tecnologia de projeções para diferentes mercados

Já pensou em modificar sua vitrine todos os dias, sem mexer em manequins, vestuário e objetos? Ou interagir com o consumidor através de imagens diferentes e ações rápidas e eficazes? Tudo isso criando experiências únicas e exclusivas para os clientes?

Sim, essa novidade já faz parte do mercado brasileiro e é oferecida pela Epson que apresentou a linha de projetores Laser Signage Solutions, em um evento realizado nos dias 27 e 28 e agosto, em São Paulo. O espaço contou com 25 aparelhos instalados onde foram criadas diversas ambientações, mostrando as possibilidades de inovação nos pontos de venda.

As imagens foram projetadas sobre diversas superfícies, com diferentes tamanhos e formas, como o “túnel imersivo, game interativo, cilindro holográfico e vitrine experience”. O evento contou ainda com palestras sobre “A nova Era do Varejo Físico” e “Tendências Tecnológicas e a Transformação Digital”.

A nova tecnologia pode ser aplicada em todos os mercados onde se utiliza o conceito de Digital Signage como aeroportos, hospitais, museus, lojas, estádios, centros de convenções e parques de diversões.

“O Digital Signage é a emissão de conteúdos digitais por meio de displays como LCD, painéis de LED ou Projetores. Os projetores Epson permitem apresentar conteúdos dinâmicos e criar uma experiência única para clientes e usuários”, explica Rodrigo Machado, Gerente de Negócios da Epson para o segmento de projetores profissionais.

Eles ainda podem ficar ligados 24 horas por dia e é possível administrá-lo apenas através de um cartão de memória que armazena as imagens e informações que também podem ser programados em até dez playlists diferentes. As imagens, sinalizações ou informações podem ser projetadas em qualquer superfície, seja no chão, na parede, no teto ou vitrines.

Além da interação com o consumidor, onde é possível até “experimentar” um modelo de roupa projetado em uma imagem da loja ou escolher uma arte para impressão em camisetas, um serviço já disponível em quatro lojas da Hering.

“O engajamento do cliente no ponto de venda está sendo cada vez mais buscado pelo varejo, voltando o consumidor para esse espaço, criando uma experiência diferenciada para garantir que na jornada da compra, ele se conecte com a marca”, afirma Rodrigo.

Segundo estudo realizado pelo Digital Signage Future Trends Report de 2019, mais de 60% das marcas, instituições e fornecedores estarão focados, nos próximos dois anos, em criar melhores experiências e promover o engajamento do cliente na hora de comprar.

A Nova Era do Varejo Físico

Eric Winck, empresário e designer com especialização em projeto de produto, apresentou em sua palestra, várias lojas em diferentes partes do mundo que oferecem uma experiência de compra e de marca totalmente inovadora com espaços internos que mudam constantemente e Visual Merchandising que pode ser totalmente reformulado, tudo através de projeções.

Ele ainda ressaltou que o PDV (ponto de venda) está se transformando em PDE (ponto de experiência). “A loja física está mais viva e relevante do que nunca”, disse. Eric diz também que a loja é um canal de mídia, deve-se trabalhar conteúdos nesse espaço.

“Experiência gera novas fontes de receita além da venda”, completou o empresário, que aponta que o futuro do varejo está acontecendo agora pois temos a nosso favor as diferentes tecnologias disponíveis.

E como ser digital no varejo físico? Eric aponta algumas estratégias.

Mude seu jeito de pensar: crie uma área de inovação, escolha um Hero para tocar cada projeto e o recompense pelo sucesso, faça a tecnologia parte do dia a dia da sua empresa unindo pessoas de áreas diferentes com foco nos projetos de transformação digital.

Não copie, adapte modelos à sua realidade: inovação é unir coisas que já existem e usá-las de um jeito novo, hackeie a cultura da sua empresa, inspire pares, superiores e subordinados.

Comece pequeno e escale: utilize o mínimo de produto viável, erre rápido e conserte mais rápido, reserve um orçamento que prevê a escalabilidade dos projetos que dão certo.

Fonte: Vanessa de Castro | Fonte: Divulgação