Fashion Weekend Plus Size reúne salão de moda e desfiles para o segmento GG | Guia JeansWear

Fashion Weekend Plus Size reúne salão de moda e desfiles para o segmento GG

Aconteceu no último dia 8 de abril, no Centro de Convenções Frei Caneca, a 17ª edição do FWPS – Fashion Weekend Plus Size. O evento reuniu 14 marcas que apresentaram as novidades para o Inverno 2018, além de palestras e desfiles com modelos que valorizam as curvas das mulheres GG.

Confira as novidades de algumas empresas que apostam no jeanswear.

Realist Plus: Há 10 anos no mercado e com sede em José Bonifácio, interior de São Paulo, a marca faz parte do Grupo Heanlu, e trabalha com numeração que vai do 44 ao 54 em peças mais jovens que seguem as principais tendências de moda, onde entram decotes, fendas e modelagens que valorizam o corpo. A linha jeanswear traz muitos efeitos destroyers como rasgos, desfiados e patchs com tampões com telas. Os shapes passeiam entre as skinnies, campeãs de vendas até a bootcut, e a reta, sempre com bastante elastano. Destaque ainda para as jaquetas oversizeds no delavê com reservas de cor ou com navalhados nas mangas, camisaria super leve e clean e os shortinhos com barras viradas. As t-shirts também ganham aspecto denim com silk.

Astutti: A marca de Americana, interior de São Paulo, está há 6 anos no mercado e trabalha a numeração que vai do 38 ao 52, vestindo uma mulher moderna que gosta e precisa estar bem vestida em todas as ocasiões, com uma moda casual e elegante. Com três lojas em Americana no atacado e varejo e uma em Piracicaba, a Astutti se preocupa muito com a qualidade dos tecidos e detalhes como forros internos e costuras reforçadas que modelam sem marcar as gordurinhas. Aqui as camisas no raw ganham lindos bordados com paetês ou surgem no chemisier mais clássico. Destaque ainda para os vestidos com recortes, o chambray na pantalona e a flare com plissados.

Fajos: Com numeração que vai do 38 ao 56 a marca de Americana, de São Paulo, investe nos casacos de inverno, vestidos estampados e no tecido Bengaline, em viscose, poliamida, bastante power de elastano e superfície brilhante, no tom do jeans bruto e que surge na linha de camisaria ou ainda em bermudas e calças. Já a malha denim vem trabalhada nas skinnies e jeggings com cintura no lugar e lavagens no blue ou black, com bolsos arredondados.

Mirasul: A marca de Sarandi (RS) está no mercado há 41 anos e trabalha o plus size com numeração que vai do 40 ao 54 para uma consumidora antenada, acima de 30 anos e que precisa de uma roupa que vai do trabalho ao evento noturno em peças mais clássicas, mas com toques fashions como plissados e decotes. Aqui o jeanswear ganha alto power de elastano e surge na modelagem skinny, reta ou flare, com destaque para o cós em supplex em peças vendidas tanto para o segmento GG quanto para as grávidas. As lavagens vão do bruto aos azuis médios com bigodes e costuras marcadas, além das colors em sarja.
Com alta qualidade em seus casacos, camisas, saias e vestidos, a marca não é essencialmente plus size, mas oferece conforto e tamanhos maiores em caimentos perfeitos.

Pernambucanas: Sempre com uma linha plus size bem extensa e com informação de moda, a rede de magazines aposta nas jaquetas em diferentes tons, como as peças mais limpas e costuras contrastantes ou com puídos e esbranquiçados. Os coletes também surgem com efeitos useds onde entram rasgos e desfiados. As calças passeiam entre as retas ou skinnies com marmorizados leves, bigodes, manchas e costuras coloridas. As barras são valorizadas por recortes enviesados, aspecto inacabado, marcações ou corte a fio.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Katia Ricomini

(Visited 91 times, 1 visits today)