Harper’s Bazaar México aborda lado caliente do jeanswear

Jeitão latino, apimentado e caliente para o azul do índigo: nenhuma referência poderia ser mais oportuna, para explorar o apelo sedutor do jeans. E é esta leitura, que o editorial de maio da Harper’s Bazaar México trouxe para o material. Produções que destacam o azul luminoso, com trabalhos de ponto de luz; associados à complementos ricos em texturas, padrões folclóricos, e discursos culturais: estas são as escolhas de moda sugeridas pela revista, que consegue alinhar o tema do look decorativo, mantendo o mix denim dentro da classificação familiar e funcional.



Para as coordenações femininas, as imagens do editorial agrupam composições como como a saia reta em estética desconstruída, associada à camisa denim sequinha – quebrando o visual lavado por um colete em estilo artesanal multicolorido. Uma base que agrupada, ganha falas fashionistas, porém isolada é extremamente repetível e essencial. Especialmente na versão da saia, que incorpora a tendência das peças que podem ser vestidas de mais de uma maneira: aberta pelo fecho lateral em versão conceitual retorcida; e fechada retomando o formato secretária convencional.



A camisa denim aparece também como camada interna do moletom canguru e no estilo western amarrado. Já nos looks femininos pontuados pelo jeans; as associações sugerem o top tropical amarrado, a blusa sedutora estilo pretinho de balada, e o colete decorativo lembrando armadura. Os fits eleitos para pontuar os looks, foram o skinny, e cigarrete em versão cropped.



O visual masculino que acompanha a exuberante produção, tem seu ponto alto no look total denim com jaqueta – em um modelo que inspira as mangas como localizações chave para recortes trabalhados dedicados ao outerwear essencial.

VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO