Leituras esportivas e jeitão social são destaque em Milão

Cropped pants: referência antiga ­percebida como inédita graças ao efeito

fashion da barra mais desfiada do que o habitual. Cintura elevada:

influência oitentista ­a qual adquire leitura elegante através da esguia silhueta

skinny, associada à interferência do fecho aparente com o toque

casual do puxador de argola. Macacões: não são novidade no mix em

denim… Novidade mesmo é a maneira como eles vem sendo

percebidos pela moda e rua global: como uma base chic, capaz de coordenar batom e

cabelo de madame; mesmo quando seus complementos usam três bolsas ao mesmo

tempo, ou correspondem à associação do tênis com a t-­shirt branca e o moletom. E a

Barrinha turn-­up? Básica, sem dúvida: logo, cool. Especialmente quando brinca com

maxi­-comprimentos e mistura acessórios esportivos com apelo de última tendência.

Estas são algumas inspirações garimpadas pelos arredores da semana de

moda de Milão: porém muitas outras direções foram desenhadas: a

combinação do pink com o azul do índigo, o black denim com a camisa ou regata branca,

as produções do jeans ajustado ou ripped e solto com as transparências extremas, e

principalmente, o comprimento cropped desfiado levado tanto para as flares, quanto para

calças retas e boyfriends.

Tivemos também, as saias evasé setentistas, pontuando as produções mais graciosas e

frescas, personagens com jeitão roqueiro anos 90 misturando peças hipongas na

composição e camisas certinhas de alfaiataria contracenando com o jeans subversivo

carregado de spikes. Em síntese, em Milão o que vemos são duas formas casuais e

paralelas de explorar o jeans: a primeira, mais casual, de tênis, t-­shirt de banda,

total denim, malhas e macacões; sempre induzindo o visual para a

leitura mais corriqueira possível, ainda que a base da produção seja formada por uma

saia longa. A segunda, refina o look com jeitão social, através de transparências, saltos,

colarinhos, golas laçarote, batom e babados. Ambas passeiam pelas décadas de 70,

80 e 90 com franjas e comprimentos quebrados, mantendo a trajetória na direção de uma

moda cada vez mais simples e coordenável.

VIVIAN DAVID | FOTOS: TYLER JOE, PHIL OH E DIEGO ZUKO