Lez a Lez adota medidas sustentáveis em nova coleção

A sustentabilidade é o foco da nova coleção da Lez a Lez. Parte do grupo catarinense Lunelli, a marca assume sua preocupação com a natureza ao anunciar medidas sustentáveis na recém-lançada campanha Don’t Turn Your Back to the World (não dê as costas ao planeta, em tradução livre).

O selo aposta em tecidos de menor impacto ambiental e tem como principal novidade o uso da viscose ecológica Ecovero, criada pelo grupo austríaco Lenzing, referência no setor têxtil. O tecido aparece em t-shirts e peças de alfaitaria, e se destaca ao utilizar 50% menos água em sua fabricação e ser feito a partir de fontes sustentáveis de madeira.

O jeans, é claro, não ficou de fora da linha. Batizados de Eco Recycle, as peças denim da coleção são produzidas com menor consumo de água e energia, produtos químicos (cerca de 90% menos do que num processo comum), além de da utilização de algodão certificado BCI (selo suíço que
atesta a produção sustentável) e fibras têxteis recicladas. O processo ainda agrega 70% de reúso de toda água necessária na fabricação e uma limpeza sem ozônio.

“Não dá mais para ignorar o que os processos da moda causam no planeta. Precisamos propor soluções para isso”, disse Samuel Eichstaedt, diretor de desenvolvimento de produto do Grupo Lunelli, à revista Vogue.

A marca ainda aposta no upcycle em sua nova coleção ao reaproveitar sobras do couro em etiquetas nos cós das peças. Ainda nos aviamentos, os botões aparecem feitos com base em plástico reciclado ao invés de alumínio e até mesmo os cones que sustentam as linhas de costura são feitos com matérias reaproveitadas. Toda água usada pela fabricante das linhas, vale destacas, é de reúso.

“Os nossos fornecedores seguem os mesmos princípios. O fabricante das linhas de costura que usamos só utiliza água de reúso“, completou Samuel.

Fonte: Redação | Fotos: Reprodução