Londres endossa pegada streetwear para o look masculino

Cada vez menos formais, e cada vez mais streetwear. Esta é a grande atitude que vem marcando a moda de rua masculina global. Londres é o mais recente centro de moda que legitima tal direcionamento. Mais do que sinalizar estilos trendy para o próximo Verão 2018; sinalizam evoluções e demandas reais do closet jeanswear. Tuxedos e combos mostraram-se mais trabalhados – em rabiscos, texturas, patches e remendos. Shapes, por sua vez, estão mais amplos e relaxados. Comprimentos: mais “encurtados”. E o homem atual cada vez menos preso ao status de uma roupa alinhada, para afirmar-se como protagonista de um estilo pessoal.



Entre os key itens apontados pelas ruas londrinas; a capital sinalizou a pertinência dos combos rabiscados (especialmente em white denim sujinho), a calça delavé com jeitão de hip hop, a jaqueta colorida em paleta macia, o outerwear curtinho e desconstruído, e principalmente a associação da t-shirt branca com os conjuntos de calça e jaqueta na mesma lavagem. Esta última combinação, variada em diversas aparências: envelhecida e decorada por puídos nas duas peças, alterada por patches estilo propaganda de massa, ou mesmo na versão dry indigo com pegada utilitária.



Importantes diálogos a se observar constam nas produções total denim alteradas por toques de acessórios em tons color blocked – com destaque para o laranja e o amarelo. Também as interpretações retrô do jeanswear, embasadas no denim risca de giz. E para quem duvidou da adesão às croppeds masculinas com cortes mais retos beirando o visual da pantacourt; ao menos nos arredores das passarelas internacionais, ele se legitimou como uma grande mania – especialmente na versão combinada à camisa denim seguindo mesma lavagem, criando uma silhueta achatada e retangular. E de preferência, finalizada por um sneaker branco, pela barrinha turn-up, e por uma leitura pra lá de esportiva.

VIVIAN DAVID | FOTOS: vogue, Nabile Quenum