Nova parceria entre ABVTEX e SENAI CETIQ promete beneficiar cadeia produtiva da moda

Se a cadeia produtiva da indústria do vestuário exige velocidade, a fatia correspondente ao produto denim o demanda em proporção ainda maior. Especialmente nos caminhos que ligam varejo e confecção às tecnologias e produtos químicos. Uma realidade que impõe desafios à produtividade e competitividade afetando desde o ponto de venda até o chão de fábrica.

Vislumbrando avanços nesse sentido, a ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), acaba de firmar parceria com o Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – SENAI CETIQT, um dos maiores centros latino-americanos de produção de conhecimento aplicado à cadeia produtiva nacional. “Quando se pensa em competitividade de uma cadeia de alta complexidade como a têxtil, fica evidente que o modelo fragmentado de produção traz diversas dificuldades ao desenvolvimento de milhares de fornecedores, majoritariamente micro, pequenas e médias empresas, com subcontratação de serviços de costura, lavanderia, estamparia, bordados etc.” afirma Edmundo Lima, diretor executivo da ABVTEX.

O acordo viabiliza a promoção de programas de consultoria e capacitação para o desenvolvimento das empresas do setor de confecção no atendimento dos requisitos do Programa ABVTEX. Somado à isso, disponibiliza consultorias técnicas que visam o aumento de produtividade, qualidade do produto, sustentabilidade ambiental, e redução de custos – com a possibilidade de criação de novas iniciativas.

“Essa parceria é muito importante para o SENAI CETIQT. Reforça nosso papel como provedor de soluções para a indústria, nesse caso específico, para o setor têxtil e de confecção. Podemos juntos com a ABVTEX e com as empresas criar alternativas para o aumento da produtividade da indústria de coressalta o gerente do Instituto de Tecnologia do SENAI CETIQT, Fabian Diniz.

O projeto tem capilaridade nacional por meio da Rede SENAI com 58 Institutos de Tecnologia e Inovação (ISTs) em todos os estados. Considerada o maior esforço setorial da moda no Brasil em prol da responsabilidade social, a parceria também é estratégica para combate do uso de trabalho análogo ao escravo, infantil e estrangeiro irregular ao longo de toda cadeia produtiva, de acordo com Lima.

O Programa ABVTEX é aplicável a todos os fornecedores e seus subcontratados envolvidos no processo produtivo que desejem ser parte da cadeia de fornecimento das empresas varejistas signatárias. A maioria dos empresários da indústria de confecção reconhece os valores atrelados a esta iniciativa do varejo e afirma que a recomenda a outras empresas do setor.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução