O retorno romântico do denim nas páginas da Elle francesa

Entre paredes descascadas, rendas apaixonadas e cabelos soltos. Assim, nesse clima de romantismo e simplicidade, o denim retorna aos editoriais. Janelas abertas ao clima do campo, ranger das tábuas, chapéu e botas de cowboy. É inspirador como a moda consegue reunir todas essas referências em um cenário rústico, e montar looks com uma pegada absolutamente urbana. A edição de 29 de julho da Elle Francesa é quem sugere essa fantasia, que sabemos: independente da temporada, traz uma pegada comercial muito forte. Sobretudo para referenciar lookbooks com atitude jovem – desde o target mais novo ao mais maduro. Afinal, ele veste o sonho e o ideal de beleza de muitas mulheres, independente da faixa etária.

Mangas de camponesa, vestidos brancos e estilo bata contrastam com o índigo, colocado como cartela intencional. Nesse visual, o material aparece principalmente no formato dos coletes. Na primeira aparição do ítem, diferenciado pelo efeito frayed, elevando o look de um angelical vestido franzido. E em proposta distinta, seguindo uma estética mais construída com pespontos marcados, atuando como camada externa à camisa de nó. Mas a linguagem jeanswear protagoniza também produções total denim: como no longo vestido western com abotoamento frontal, o qual permite customização do tamanho da sedução da fenda. Também no fresco combo double denim camisa e shortinho – diferenciado pelo recorte princesa quebrando os quadris. Ou ainda, no macacão longo combinado à blusa de mangas bufantes, onde a alça acompanha a proposta do branco sonhador onipresente no editorial.

Ralph Lauren, Versace, Paul &Joe vestem Irina Shayk, nos aspectos stonewash sutil, branco e dry denim. Dentro desses acabamentos direcionais, a modelo anda pelas paisagens verdes sempre em botas de vaqueiro. Agora pense: como essas peças luminosas e fluidas são próximas de uma saída de praia, ou de um estilo boho setentinha. Mude o sapato por rasteiras ou sandálias de couro, e você terá uma linda referência para o contexto nacional: funcional para a cidade, oportuno para a maresia. Um grande viva para o retorno galante do denim aos editoriais.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução