Paris inverte camadas em nome do look casual

Coletes desfiados, jaquetas desmanchadas, e a escolha mais elementar do closet

universal ­ o look total denim ­ elevada pela leitura do couro e das

peles. Assim caminha a versão très chic da moda de rua parisiense: bem mais próxima

da definição do termo cool, do que do clássico sotaque elitista francês. Volumes com

cara de lançamento e camadas invertidas estiveram presentes; porém os personagens

que circularam pelos intervalos da temporada de Inverno 2016 internacional (equivalente

a Inverno 2017 nacional), mesmo ao incluir peças com jeitão de alta

moda, buscaram acima de tudo manter a aparência do look casual com jeitão de

improviso.



Para tanto, a ideia da sobreposição pesada e volumosa imperando acima do look índigo

total foi a mais recorrente. Nos personagens mais glamourosos, ela foi montada através

da associação da camisa denim com o jeans boyfriend na versão

cintura elevada, muito bem marcada por cintos refletindo empoderamento feminino. O

recurso do casacão imponente elevando o look também foi quebrado pela t-­shirt branca,

em combinações com pegada rocker; salientadas pela presença do moletom de capuz

com a skinny black rasgadinha. Os parcas longos, por sua vez, foram as peças que

melhor fugiram do visual comum através de versões rabiscadas; com caligrafias e

desenhos lembrando carteiras escolares de alunos desobedientes.



Já nas produções masculinas, o destaque ficou por conta da adesão à estampa de bicho

nas jaquetas, e das releituras do grunge que brincaram com a inversão

da lógica entre comprimentos nas sobreposições; como t-­shirts sobrepostas à tricôs de

gola rulê, e sobretudos longos parcialmente encobertos por jaquetas curtas. A ideia do

acúmulo de camadas em diferentes tamanhos, expostas como uma evidência do look

elaborado, constou como informação trendy em ambos os gêneros.



Mas foi no detalhe frayed inacabado que as peças adotadas nos looks

alcançaram ineditismo maior. A linguagem apareceu principalmente nas calças cropped

amplas de entrepernas cilíndricos, tuxedos e casacos utilitários ajustados; direcionando

os detalhes das peças essenciais para a linguagem do patche desfigurado, dos puídos

excessivos e da leitura do jeans como item de estimação resgatado do fundo do closet.

VIVIAN DAVID | FOTOS: phil oh / Adam Katz Sinding