Ricos bordados na moda de Ronaldo Fraga

Nunca me canso de falar que Ronaldo Fraga sempre apresenta um trabalho primoroso do feito a mão, do exclusivo e com a cara do Brasil.
Em meio í s tendências tecnológicas de tecidos e inspirações, Ronaldo busca uma estória pra contar, onde sua consumidora não se identifica apenas com a peça em sim, mas como foi pensada, construí­da, transformada.


Desta vez, o estilista mineiro apresentou um riquí­ssimo trabalho de rendas e bordados realizados pelo grupo de bordadeiras de Passira no Agreste Pernambucano.


A inspiração veio do livro O Turista Aprendiz, onde Mário de Andrade registrou a cultura popular do Norte e Nordeste.


Me embolo de pontos-cheio, crivos, matames, pontos-sombra, renda renascença. Literalmente por um fio, pontos de um ofí­cio ameaçado de extinção, comenta Ronaldo.


E nesse emaranhado de descobertas, na passarela de azulejos antigos, surgem lindos vestidos retos, saias evasês, batas, casaquetos e shortinhos balonês com sobreposições, transparências, bordados que revelam desenhos, nomes, flores, pespontões, lacinhos, babados, mangas volumosas…


As modelos ganham paetês furtacor colados nos braços e pernas como se fossem parte da roupa e iluminam ainda mais as peças.


Nos pés, criativas sandálias com salto de rodinhas.


As cores são suaves e vão do bege, cru ao rosa, azul e verde claro, além do turquesa e marinho.


Para eles, blazers, bermudas e calças em algodão listrado ou xadrez.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: AGíŠNCIA FOTOSITE E SANDRA NEAIME