Santista aborda o novo jeito de consumir e aposta em produtos que unem conforto, sofisticação e originalidade

A Santista Jeanswear apresentou seu Verão 2019 nos dias 8 e 9 de novembro, na Casa Panamericana, em São Paulo e abordou a nova maneira de consumir, onde, às vezes, a gente olha tanto para o novo, moderno, sem olhar para nós mesmos, nossa casa, nossa história que pode trazer uma infinidade de opções e novidades. Além disso, as causas sociais, novos e diferentes gêneros e estilos também estiveram em pauta no evento.

“O desafio está em convergir ideias de uma sociedade cada vez mais polarizada. Não é de surpreender que, neste mundo dividido, mais e mais pessoas pensam que é hora de falar e colocar suas opiniões ao máximo sobre questões relacionadas a gênero, imigração, idade e etnia, entre outros assuntos que temos tratado há algumas estações e que se refletem cada vez mais na moda e na nossa coleção” – diz Sueli Pereira, gerente de comunicação e moda da Santista Jeanswear.

O evento contou ainda com a participação de uma turma de peso com assuntos super atuais como, Andrea Bisker, Head of Stylus, com o tema “A Moeda da Dissidência na Nova Era”; Giovanna Barbieri, diretora criativa e sócia da Outch! Sourcing Shangai, com “De olho na China: O processo de Cool Hunting antes de tudo chegar aqui”; Adriana Addey, diretora de consumer insights América Latina na Frmenich, comandando o tema “The Global Millennials Code: a chave para entendê-los” e Jussara Romão, diretora criativa e idealizadora do Fashion Tech Brasil, sobre “Growth Hacking | Um modelo inovador na estratégia de Marketing”.

Sueli apresentou os três principais temas da estação. Vamos à eles:

Retrô Resort: O mood dos grandes festivais que pipocam pelo mundo ganha voz aqui e representam aquele denim californiano, super cool e despojado, além da influência dos anos 50, 60 e 70 juntamente com esportes como skateboard retrô, o estilo folk dos viajantes. O aspecto handmade ganha toques personalizados com os patchworks. Ainda em lavanderia entram muitos stone washeds, reservas, destroyers, dirties suaves, bordados, foils com estampas de animais e florais. Entre os shapes, destaque para os macacões largos e fluídos, saias lápis mais curtas ou longas e rodadas, jaquetas e calças croppeds, o maximalismo nos tecidos e o upcycling no 100% algodão.

True Blue: Os conceitos no gender, a silhueta dos anos 90, o azul profundo do índigo, tudo isso vem trabalhado destacando o valor básico do look jeans+camiseta. É um resgate da qualidade daquilo que se produz. Luxo é ter um jeans reciclado, orgânico, uma peça que dure por mais de uma estação. A sustentabilidade é muito importante e vem se solidificando cada vez mais no mundo da moda. Aqui o índigo vem saturado, não apenas com aspecto vintage, mas puro, original.

Os brancos são ópticos e os vermelhos vivos. Os looks podem ser resgatados do passado e retrabalhados em produtos 100% reciclados. Praticidade, conforto e tecnologia são palavras de ordem. A estética mais básica traz silhuetas confortáveis com um quê da alfaitaria, com bolsos utilitários e, inspiração navy. Os shapes passeiam entre as jardineiras, vestidos, calças croppeds, wide leg, camisas e detalhes de silks, costuras e pespontos aparentes, maxi bolsos deslocados, contraste de tons e tecidos e, logos.

Street Bling: Pense no glamour das celebridades e insira no novo conceito nas marcas esportivas. Pronto, esse é o esquema desse tema que une dois opostos que casam perfeitamente, onde o luxo e, a sofisticação enaltecem o sportswear da atualidade. Mídias sociais, o movimento New Power Dresses, com todo o empoderamento feminino, a atmosfera da noite com muito brilho, metalizados e a logomania – tudo junto e misturado em looks ousados e irreverentes.

Peças justas, coladas ao corpo fazem sucesso nos vestidos curtinhos, os body conscious e skinnies que revelam curvas. Há espaço também para shorts de cintura alta com zíperes, jaquetas croppeds repletas de furos e correntes e peças “pop-off” com recortes estratégicos. As modelagens amplas chamam atenção em bermudões esportivos e jaquetas. Em lavanderia entram o bleached bem manchado ou tons que chegam no delavê.

Lançamentos

Entre as novidades da Santista, destacam-se produtos super elastizados e com alta recuperação do tecido onde entra a tecnologia LYCRA® BEAUTY da Invista, ampliando a linha de produtos com a tecnologia TRI-BLEND® com os artigos Boomerang e Extreme.

O resgate do white denim natural, bruto ou apenas amaciado no tecido surge no artigo White Denim Lite, com 99% algodão e 1% de elastano e peso de 9,4oz. Já o White Denim 370 vem no 100% algodão e peso de 12,2oz.

Na linha Upcycle (onde os resíduos do denim são reciclados) surgem dois lançamentos, o Upcycle Ind, 100% algodão, com 11,6oz e o Upcycle Now com elastano, power de 28% e, composição de 80,4% de algodão, 18% de poliéster e 1,6% de elastano.

Dentro da família FREE, o Jennie vem na construção cetim com alto stretch que chega a 54%. O Bowie vem com 10,1oz no blue black com ring marcado e uma variedade enorme de tons de azuis mais profundos chegando aos acinzentados. O Iris, com 8,5oz, traz azul intenso e stretch através da tecnologia T400.

FONTE: Vanessa de Castro | Fotos: Equipe Guia JeansWear