Grupo Siete Leguas compra Santista S.A

A Santista, companhia têxtil oficializou no último dia 18/12, a venda total de suas ações para o grupo mexicano Siete Leguas. As negociações já anunciadas desde setembro englobam as operações no Brasil e na Argentina. O grupo afirma que tanto a empresa quanto suas subsidiárias continuarão em operação, Gilberto Stocche permanece como diretor executivo da organização.

A empresa brasileira atua na fabricação de tecidos, JeansWear (denim e brins) e confecciona peças profissionais. Com três unidades no país e na Argentina, emprega mais de 3 mil pessoas. O grupo Siete Leguas se responsabilizou também pela compra da Santista Work Solutions, que se aplica a duas unidades, sendo uma JeansWear e outra WorkWear.

No último ano, a receita líquida divulgada pela Santista foi de R$ 716,2 milhões, um valor que representa a queda de 2,6% em comparação a 2017. Ao somar o prejuízo de R$106,5 milhões com impostos, depreciação e amortização, a companhia totalizou uma dívida de R$262 milhões. Anteriormente, em 1994, o grupo Camargo Corrêa chegou a adquirir partes da empresa. Nove anos depois, a Alpargatas comprou a instituição por inteiro.

As negociações foram cruciais para que o grupo Siete Leguas se tornasse em um dos maiores grupos têxteis do mundo, estando presente em todo continente americano. O grupo Mover Participações (responsável pelas negociações) informou em nota a assinatura de “um acordo vinculativo de venda da sua operação têxtil” para o grupo GSL Holdings. A empresa priorizou o Siete Leguas, por ser um grupo com expertise no segmento, e com capacidade de proporcionar crescimento à Santista.

Fonte: Beatriz Fleira | Foto: Marília Camelo/Folhapress