SPFW N47: Novas marcas, espaços e narrativas ditam a moda da temporada

“Qual é a sua utopia?”

Este é o mote principal da 47ª edição da São Paulo Fashion Week, que teve início na última segunda-feira, no espaço Arca. O SPFWN47 celebra a força das utopias, a capacidade de criar realidades mais significativas que inspirem a construção de futuros criativos, colaborativos e afetivos.

“Moda não existe por si só. Moda, por definição, impulsiona a inovação a serviço de uma ideia, um sonho, uma intenção. Moda é coletivo por natureza, resultado de muitas mãos e muitas cabeças”, afirma Paulo Borges, idealizador do evento e diretor criativo do SPFW.

Nesta edição, destaque para cinco novas marcas – Haight, Neriage, Flávia Aranha, Another Place e Ocksa -, que reforçam o espaço de um novo empreendedorismo na moda brasileira. Comunicação digital e vendas online, inclusão, diversidade, sustentabilidade dão propósito para uma era de consumo mais consciente e público engajado.

“Desfiles são exposições que validam a criação e a narrativa, com dezenas de desdobramentos digitais, cenas, registros fotográficos, vídeos, avaliações textuais. Tudo pronto para ser compartilhado e debatido, como um espaço aberto de co-criação. Uma plataforma de cultura contemporânea”, completou.

O público vai ativar o ambiente do evento ao abraçar a ideia do coletivo. Respostas à pergunta tema, quando compartilhadas nas redes sociais usando #MinhaUtopiaHoje, poderão ser projetadas em grandes telas, assinadas pelo Santander, que envolvem a “praça” do SPFW N47, construindo um mosaico coletivo de utopias.

Ao todo, serão 36 marcas lançando suas coleções na temporada, incluindo os desfiles do Projeto Estufa. A temporada traz ainda o desfile da marca Borana pelo Projeto Top5, iniciativa conjunta do Instituto Nacional de Moda e Design e Sebrae para aceleração de pequenos negócios.

“A nossa história é protagonizada por vários exemplos de transformação e sucesso. Com as novas marcas no calendário de desfiles, ampliamos o hub criativo nutrido por marcas que já vem experimentando e compartilhando desta crença há tantos anos. Grandes nomes e marcas se constroem, não nascem. É para dar vazão a essas potencialidades que o SPFW existe”, encerrou o idealizador e diretor criativo do SPFW.

Durante a semana, a exposição “work in progress” aos poucos se materializa no Arca com fotos de Leo Faria realizadas a cada desfile. Serão fotos que registram o momento da passarela a partir do ponto de vista do espectador, trata-se de registros humanizados e poéticos em relação ao que habitualmente é feito a partir do pit de fotógrafos.

A São Paulo Fashion Week segue até o dia 27 de abril, sábado.

Confira a programação completa abaixo:

22 de abril, segunda-feira

19h45 – Reinaldo Lourenço

23 de abril, terça-feira

11h – Lenny Niemeyer

16h – Patrícia Viera

17h30 – Fabiana Milazzo

19h – Lilly Sarti

20h30 – Bobstore

24 de abril, quarta-feira

10h45 – Gloria Coelho

12h – PATBO

15h30 – Another Place

16h30 – Beira

17h30 – João Pimenta

18h30 – Amir Slama

20h – Modem

21h – Lino Villaventura

25 de abril, quinta-feira

15h – Projeto Estufa | Aluf

15h15 – Projeto Estufa | Victor Hugo Mattos

16h30 – Ca.Ce.Te Company

17h30 – TOP5 | Borana

18h – Neriage

19h – Handred

20h – Triya

26 de abril, sexta-feira

15h – Projeto Estufa | ÃO

15h15 – Projeto Estufa | MiPinta

16h – Cotton Project

17h30 – Apartamento 03

18h30 – Ratier

19h30 – Haight

20h30 – Ronaldo Fraga

27 de abril, sábado

15h – Projeto Estufa | Lucas Leão

15h15 – Projeto Estufa | Korshi

15h30 – Projeto Estufa | LED

16h30 – Ocksa

17h30 – Flávia Aranha

18h30 – PIET

19h30 – Ponto Firme

20h30 – Cavalera

 

Fonte: Redação | Foto: Alexandre Schneider/Getty Images