Sporty e Boho influenciam toques e texturas

Quanto menos camadas, maior a exigência de se pensar e articular o que vestir: assim

funciona o verão. Para o jeans, tal afirmativa representa não apenas

um sortimento mais diversificado de acabamentos e fits: é também um convite a criação

de leituras mais elevadas que possam aproveitar a visibilidade maior confiada à peça,

para criar desejo. O sortimento de calças da estação de verão precisa ter o índigo, mas

também precisa sair do visual comum e elevar a leitura de produções simples, refinando

a leitura final através do brilho, textura, cor ou toque.



Para o Verão 2017, tanto o gosto pelo étnico, quanto seu contraponto;

representado pela conveniência de uma moda mais esportiva e cool, exerce importante

influência para os novos toques e texturas desejo da temporada. Assim, existem

propostas tanto para o lado mais casual e sporty da estação, quanto

para o jeitão Boho.



O modelo da calça jogging, por exemplo, ganha diversificação através

da variação por toques resinados, brilhosos e emborrachados. Na leitura final, o apelo

comercial fica por conta da possibilidade da peça ser incluída tanto em looks noturnos,

quanto visual trabalho, mantendo ainda, sua vocação original: simplesmente caminhar de

tênis com acréscimo de atitude no visual. Também o sortimento biker

entra nestes acabamentos, para na produção final tornar-­se mais sporty, uma bela

sacada comercial que o torna mais usável e atrativo nas coleções.



Mas a permanência do jeitão Boho é, de fato, a que abre espaço para

maior experimentalismo. Estamos falando de texturas que já foram exploradas: como o

padrão phytom, ou os desenhos étnicos em tons índigo. Todos constam, mas com

acréscimo de informações passíveis de renová-­los: no caso da estampa de cobra por

exemplo, ela pode ser falhada e elevar a leitura da calça branca. Os metalizados, por

sua vez, são apresentados no formato estampado, sublimando a aparência lisa e

uniforme através de bordados que repetem seu próprio padrão. Já os desenhos que

variam dentro das nuances de azul, podem ser incluídos na flare, por exemplo, ou

crescer em termos de visual desejo pela conjugação com bordados e espatulados

metalizados.



A ideia de somar efeitos, poluir com beleza e tornar o desenho mais saliente

principalmente pelo relevo e sobreposição de linguagens é bem vinda na estação e

representa o principal diálogo com materiais como a camurça, que prometem influenciar

os temas relacionados ao denim na estação. Por outro lado, o mix essencial de verão

aquele mais casual que irá preferir o tênis, a rasteira, o salto baixo e a alpargata: este

deverá elevar­-se pelo desdobramento em resinados uniformes, acabamentos

emborrachados e cintilantes, com destaque para as cartelas black e grafite.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR