Tecnologia, sustentabilidade e bem-estar são temas em coleção jeans da Santista

A Santista Jeanswear, que apresentou seu Inverno 2020 na última semana, trouxe as principais direções de estilo da temporada e tendências vistas na feira Kingpins, realizada em Amsterdam, no último mês de abril. Confira!

Kingpins

Em relação à feira, as marcas presentes estão valorizando o conforto e o bem-estar, onde o aconchego do lar está cada vez mais presente, proporcionando peças com materiais macios e naturais, com toque agradável e durabilidade. Os processos sustentáveis também são importantes dentro desse contexto, onde entram tecnologias como repelência à líquidos que permite que o jeans fique limpo por mais tempo.

Há ainda beneficiamentos em lavanderia que utilizam menos água e produtos químicos. Os milleniuns buscam por um propósito, onde a moda ecologicamente correta não é mais uma alternativa, mas uma exigência e, por isso, surgem novas fibras ecologicamente corretas, tingimentos naturais, entre outras alternativas para minimizar o impacto ao meio ambiente.

Os consumidores também revelam que gostam e querem uma experiência no varejo, como elementos que proporcionem momentos de relaxamento, customização de peças, entre outros. Os principais shapes passeiam entre a mom, skinny, pantalona, straight e flare.

Temas

Cyber Utility: Aqui, a arte e a ciência se unem para mesclar a natureza e o digital com muita criatividade em um design funcional, com referências utilitárias, do militarismo e streetwear, além de uma estética anárquica, com peças híbridas, desconstruídas e toque macio. O shape é mais folgado em calças ballon – fit bag com pregas, além da jogging ergonômica e, a tappered.

As jaquetas são estruturadas e as parkas surgem com aspecto utilitário. Há ainda mix de tecidos, detalhes sintéticos e tons de cinza, preto e branco em meio aos neons laranja, menta, limão e os azuis médios. Em lavanderia podem ser vistos efeitos tie dye com pinceladas inspiradas no punk, beneficiamentos sustentáveis, monogramas, reservas de cor. Entre os detalhes surgem zíperes refletivos, bolsos em profusão, costura tripla e recortes assimétricos que lembram camuflados.

Homestead: Pense em peças atemporais que valorizam a sustentabilidade, o design, a harmonia entre o meio ambiente e o ser humano. O jeans aqui vem ancorado pelo clássico velho oeste, reinterpretado pelo street americano e japonês com referências aos anos 70 e ao estilo western. Entram tons terrosos, índigo lavados, mostarda, vermelho, branco, além das fibras naturais e o 100% algodão do autêntico jeans, valorizado em macacões com franjas, jaquetas, mom jeans, camisas e chemises.

O White denim também faz sucesso, principalmente nas skinnies. Os patches e bordados valorizam os modelos que mesclam cores e tecidos. O aspecto vintage é essencial neste tema e traz efeitos destroyers que surgem em meio a sublimação de paisagens desérticas. Entre os detalhes temos franjas, jeans dégradées, filigranas, pespontos, palas marcadas e tiras de couro.

Sports Preppy: A vida ganha um novo significado onde o bem-estar e a felicidade são palavras-chave da geração millenial que busca a liberdade, o otimismo e até o sentimento “Kidult” – adulto que estende sua infância. Os consumidores tornam-se protagonistas quando comunicam de forma lúdica e positiva as questões ambientais e sociais. Para eles, a experiência é tudo.

Neste quesito, o casualwear e athleisure são referências importantes em calças largas ou retas, parkas longas, casacões, joggers, moletons, além de mangas bufantes, pregas e costuras aparentes. A estética é teatral, divertida e colorida em uma cartela com influência dos anos 80 em tons pastel, rosa millenium, anil profundo e azul médio. Os tecidos são estruturados no 100% algodão ou em opções stretch, além dos resinados e fibras nobres que conferem aspecto de alfaiataria. Há ainda o mix com artigos Techno e aspecto vintage com pegada re-used.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Divulgação / Santista Jeanswear