Tendências de mercado e design caracterizam as feiras Premium e Panorama

Premium e Panorama: duas feiras que herdaram o legado consistente da extinta Bread&Butter. Mais do que apontar influências para a estética do segmento, ambas indicam caminhos e oportunidades de mercado, antecipando tendências concretas, estratégicas e comerciais. Na edição correspondente à temporada de Verão 2018, que ocorreu entre os dias 28 e 30 de junho; enquanto a Panorama sinalizou em suas áreas a segmentação (destacando o menswear e o plus size como os nichos mais prósperos); a Premium enfatizou as intersecções possíveis entre moda e tecnologia – especialmente através de seus painéis de conferências.



Na feira PREMIUM, o meticuloso portfólio contou como grifes como Cheap Monday, Levi’s Made&Crafted, Libertine, Livid Jeans, Nudie Jeans, e Naked&Famous Denim. Ao todo, o agrupamento reuniu cerca de 100 marcas e 1800 coleções, distribuidas em 33 metros quadrados. Registrando um aumento de 10% no número de visitantes, dentre os quais, 69% correspondentes ao público internacional; além do mostruário pertinente dedicado ao denim, outro ponto alto do evento foi a conferência #FASHIONTECH. O congresso, reuniu personalidades representativas da indústria têxtil Alemã, para discutir sobre o potencial da inovação e intersecção entre moda e tecnologia. Entre os temas abordados, os profissionais prospectaram caminhos futuros para o E-commerce, varejo, Design e vestibilidade, e Marketing e Comunicação digital.


Endossando a união entre moda e arte, e sua proposta de valor agregado, a feira PREMIUM sediou também a exposição Jeans for Refuges; composta por diversos jeans doados por celebridades influentes da moda; e pintados pelo artista Johny Dar, com a intenção de arrecadar donativos para a causa dos refugiados. Entre as celebridades que doaram suas roupas, constaram nomes icônicos para o jeanswear, como Jane Birkin, e também do cinema, como Sofia Coppola.



A PANORAMA, por sua vez, pode ter sua importância ilustrada por marcas referência como PME Legend, Ben Sherman, Timezone, Mustang, Blend, Modstron, Cross Jeans e Camel Active; entre outras. E para muito além dos números, o grande apontamento da feira foi seu formato voltado para o foco nos interesses do lojista. Também o crescimento no mercado, das marcas Alemãs, que vem apresentando procura maior – logo, representam um observatório relevante. Entre elas, destaque para a Gluecksstern; existente no mercado a apenas um ano e meio e que já se espalhou no varejo e em lojas próprias de Berlim. A feira vem cristalizando seus produtos, segmentando cada vez mais seu agrupamento na intenção de encurtar o caminho entre as necessidades do comprador e o a concretização dos negócios. E para tanto, dedicou espaço maior para os segmentos plus size, e menswear.



Entre as tendências femininas identificadas nas coleções de jeanswear da PANORAMA, destaque para o trench coat, como peças desejo, e para a presença das estampas florais nas jaquetas e outerwear. Nos detalhes, destaque para os bordados em evidência, trazendo motivos lúdicos e divertidos, fechos metálicos pesados aumentando a percepção de valor de itens simples, e muitos patches. Ganchos continuam elevados, e skinnies cada vez mais ajustadas, oferecendo lavagens escuras como uma opção rebuscada para a estação. No menswear, o visual desejo se apresentou no formato da estampa havaiana, no discurso descompromissado da alfaiataria em micropoás, no respiro libertador das camisas florais, na informalidade das jaquetas de nylon e no visual da jaqueta bomber estampada. Para a parte inferior do look, a calça cropped, com destaque para as barras estampadas, e as bermudas em lavagens variadas foram o detalhe de moda predominante por excelência.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / REPRODUÇÃO