Tons pastel e streetwear são destaque na BPD Expo

Feiras de moda com foco no jeanswear, em geral, se definem no visual por um imenso mar de tonalidades azuis. Mas desta vez, não foi o índigo que caracterizou a 9º edição da BPD Expo, em Nova Iorque — feira de negócios em tamanho compacto, porém extremamente comprometida com propostas diferenciadas para o setor.

Tons pastel, e nuances mais claras predominaram na cartela principal sinalizando um confiante retorno para o Inverno 2021. Nada que comprometesse, a importância do “jeans nosso de cada dia”, como escolha de moda ideal. Tanto, que até mesmo soluções da industria médica foram apresentadas, agregando qualidades intrínsecas a alguns fits.

O evento, que aconteceu entre os dias 24 e 25 de julho, reuniu dez tecelagens: Tehome Textile (China), Grandtex Denim (Indonésia), Azgard 9  (Paquistão), Deyao Textile (China), Indigo Textiles (Paquistão), Freedom Denim (China), Rajby Textiles (Paquistão), GKL Denim (China) e Tuong Long Denim (Vietnam). Já o perfil dos visitantes, contou com grandes nomes do varejo, como J. Crew e Macy’s.

A marca Freedom Denim promoveu sua coleção de fits com elasticidade linear, Free Fit, um lançamento que ganhou destaque devido a tecnologia de compressão linear, inicialmente usada na industria medica e agora levada para o setor.  A marca também apresentou sua linha de white denim com cintura baixa, e composição miscigenada, refletindo a busca pela representação de aspectos emocionais nos tecidos.

E embora o mix de indigos tenha se apresentado em formato menor, trouxe soluções únicas para o segmento. Entre eles, a coleção Photon, caracterizada pelo apelo “laser-friendly, projetado com qualidades foto sensíveis para uma melhor resposta aos acabamentos com laser. Também o mix sustentável da coleção Blu Group, e o sortimento Retrô especificamente criado para o publico plus size chamado Beyound.

Mas para os denim lovers e denim heads que transitaram pelo evento BPD Expo, não foi apenas a área dedicada ao fashion business que ganhou destaque. Como de praxe, o evento criou uma loja interna com peças vintages para venda direta, uma fonte de inspiração para quem cria design de lavanderia ou busca novas alquimias para recriar velhos efeitos no jeans. Também uma estação de tingimento onde era possível aprender a técnica tie-dye. A ênfase na reciclagem de roupas, foi reiterada pela estação de bordados, onde os visitantes puderam customizar suas bolsas e t-shirts.

Por fim, reafirmando a alta dos ícones da moda de rua na moda atual, a BPD Expo elegeu para seu espaço de exposição uma sala colorida no tom pink, reunindo uma incrível coleção de design de jeans e denim dos ícones dos anos 80. Na curadoria de peças, constaram peças de marcas como Jordache, Sassom, Gloria Vanderbilt, Oscar de La Renta, Fiorucci e Cheryl Tiegs, entre outros.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução