Vicunha e Abrapa se unem no movimento Sou de Algodão

Uma das principais líderes mundiais na produção de índigos e brim, a Vicunha Têxtil confirma seu apoio ao movimento Sou de Algodão. O anúncio foi feito em maio, após o painel liderado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), na 23ª edição do Clube da Fibra, evento da FMC Agrícola, que reúne representantes de todo o setor. Lançado em 2016, o movimento Sou de Algodão já conta com aproximadamente 30 parceiros – incluindo algumas das maiores têxteis do país – unidos pelo desejo de aumentar a demanda pelo algodão no mercado brasileiro, através da conscientização do consumidor final.

Presente em diversos segmentos, da decoração à moda, o algodão traz uma série de vantagens para o público. Inicialmente, o meio ambiente é o principal beneficiado: peças de algodão são mais duráveis e, assim, menos descartáveis. Além disso, por se tratar de uma matéria-prima natural, ele resulta em tecidos extremamente confortáveis, mais versáteis e resistentes, carregando propriedades que conversam com os desejos de moda mais conscientes do consumidor atual. A rápida absorção da transpiração permite que a pele respire, mantendo-a fresca e seca e garantindo bem-estar em diversas ocasiões.

Um dos objetivos do movimento é estimular no público a busca pelo conhecimento sobre a origem e o desenvolvimento das peças de roupa. O próprio jeans não recebe esse tipo de atenção no momento da compra: grande parte da população associa a matéria-prima a outros tecidos. O Sou de Algodão não só estimula a questão social, como conversa com o momento de resgate e ressignificação da moda, em que as tendências apontam para um lifestyle mais confortável e autêntico. Nesse cenário, o denim clássico e versátil se incorpora ao dia a dia e destaca o mood vintage em looks contemporâneos – uma das apostas da Vicunha para as próximas temporadas.

“Estamos muito felizes em fazer parte desse movimento. Como indústria, reconhecemos que é nossa missão colaborar com mudanças necessárias para o desenvolvimento do setor têxtil, especialmente no que se refere a transparência, inovação e sustentabilidade. Ao mesmo tempo, torna-se evidente nosso papel de conscientização junto a toda cadeia produtiva, em um contexto de transformações nos âmbitos social, econômico e ambiental. O ‘Sou de Algodão’ sintetiza esse propósito e nos orgulhamos de poder valorizar o protagonismo dessa matéria-prima em um momento-chave para o mercado”, afirma Marcel Imaizumi, Diretor Executivo de Operações e Planejamento Estratégico da Vicunha.

Para o presidente da Abrapa, Arlindo de Azevedo Moura, o engajamento da Vicunha reflete a importância que a iniciativa vem ganhando ao longo dos elos da cadeia produtiva, com destaque para a indústria têxtil, de confecções e o varejo. “Quando uma empresa como a Vicunha, com toda tradição e credibilidade, abraça o movimento, ele se fortalece, potencializando a atração de novos parceiros. O grande lastro das parcerias que fazemos no ‘Sou de Algodão’ é a associação de valores positivos, transferidos de parte a parte. Dentre estes, ressalto a sustentabilidade. Estamos muito felizes em ter a Vicunha Têxtil conosco. Trata-se de uma empresa com meio século de história na transformação dessa matéria-prima nobre em tecidos e fios, que se preocupa com pessoas e com o meio ambiente e tem o algodão como sua principal matéria-prima”, afirma.

A Vicunha conta com unidades fabris no Brasil (CE e RN), Equador e Argentina, além de centros de distribuição e escritórios comerciais espalhados pela América Latina, Europa e Ásia.

Fonte: Redação | Fotos: Divulgação/VTrends