Vogue Taiwan concilia denim entre retrô, esporte e fashionismo

Retrô versus fashionismo; sportswear versus glamour. Quatro estilos, que parecem incompatíveis entre si: mas sim, a edição de julho da Vogue Taiwan abraçou o desafio; e uniu todas as inspirações em um único contexto e editorial. Entre restaurantes, teatros, intervalos para refrigerante e saltos plataforma, a revista solicitou o denim – obviamente – como elemento de conciliação de todo esse hibridismo de influências.



Entre as combinações eleitas, a revista destacou a jaqueta essencial curtinha em lavagem acinzentada; como elemento de atualização para o look nostálgico blusa laçarote, e saia com pregas. Também a produção jeans high-waist, na versão decorativa do visual estampa metalizada; eleva-se em apelo trendy pela combinação com o suéter de tricô em comprimento cropped – importante aposta que promete andar de mãos dadas com as modelagens ajustadas.



O jeitão garimpo de brechó encontra seu ápice nas produções formadas por combos; ou mesclando índigo lavado com pele, correntes e até crochê no mesmo look. É quando a revista destaca o glamour das peles, no visual do outerwear denim. Também o caimento setentista dos fits flare e pantalona – em barras arrastadas ou encurtadas – como silhuetas vanguardistas.



Mas até aqui falamos de cortes do passado, de comprimentos fashionistas, do amor antigo com as peles, e das silhuetas hipongas. Fica faltando o toque esportivo – que é dado de uma maneira muito singular: jogando com as malhas, com a presença do capuz em alguns momentos, com a aparição inesperada do top cortininha, do acessório óculos em modelo corrida; e dos modelos de plataforma pesados e com garra, que somaram jeitão tecnológico ao look como um todo.


VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO