Patches conciliam hand-made com mood industrial

Será mesmo que toda calça remendada traz no discurso principal a pegada vintage? O Inverno 2019 desafia um bocado esse discurso, ao dividir a lógica das aplicações em três diferentes estilos. Temos o setentinha decorativo, o remendo biker, e o look upcycled – todos com o acréscimo de um certo jeitão industrial. Ora que interessante: as marcas estão diluindo essas duas linguagens nas peças trabalhadas de uma forma muito visível e clara para o consumidor: o hand-made e os vestígios da peça fabricada pela máquina.

No look setentinha, o habitual mosaico de quadradinhos em diferentes tons e estampas vai se revezar com bordados e efeitos de laser. É um sortimento que vai trazer essa mensagem industrial tanto na forma subjetiva dos efeitos de lavanderia quanto nas evidências do motivos aplicados por bastidor e linha. Nele, teremos muitas reservas de pigmento simulando tecido arrancado. Também os patches figurativos estampados, lembrando aquele hand-made afetuoso e artesanal – mas em tamanhos gigantes e costuras de manufatura. Este é o look da moça romântica e vaidosa, e que veste também a mulher chic nas versões florais – com salto alto, alfaiataria e bico fino.

Já o patche da moça urbana e sedutora vai se inspirar no visual motociclista. Assim, vai trazer formatos maiores na altura dos joelhos, sempre com um toque inclinado da peça biker arqueada. Esse patche é o que vai trazer a cara industrial mais evidente – e não vai pecar no discurso ecológico pela compensação do contraste forte dos tons. O contraste extremo da camurça branca no índigo ilustra a idéia.

Já para as marcas que vão trabalhar a estética upcycling, a temporada enfatiza bastante o visual prolongamento do entrepernas por uma sucessão de patches. Sempre com costuras de máquina bem marcadas. È um sortimento que vai trazer também a idéia do patche com borda mais saliente, pelo rebatimento da costura. Uma forma de transmitir ao consumidor de forma muito direta, a idéia de peça recuperada por fabricação industrial. Ampliações laterais de larguras, verticais de comprimento, e patches squared salientes ilustram a proposta. Sempre, com costura dupla ou uma boa dose de saliência na superfície do denim. Esse é o look mais fashionista, ideal para as marcas com pegada mais trendy na estação.

Colocados estes três formatos, fica a dica de que se o visual hand-made tem interpretação positiva aos olhos do consumidor; ele cresce ainda mais em valor quando somado aos vestígios industriais. Pois comunica a adesão em massa de conceitos ligados à sustentabilidade, reaproveitamento de estilo e exclusividade. De um modo moderno e industrial.

Fonte: Vivian David | Fotos: Equipe Guia JeansWear

Assine o Guia de Tendências

O Guia de Tendências by Guia JeansWear é um serviço de pesquisa de tendências para o segmento jeanswear. Para saber mais sobre como podemos ajudar ainda mais no desenvolvimento de coleções assertivas para sua marca entre em contato pelo email atendimento@guiajeanswear.com.br ou pelo telefone (11) 2475.1113.

  • Ano Novo, material novo

    Está na hora de desenvolver novas coleções e nós do Guia JeansWear estamos aqui para te ajudar, conheça agora mesmo nossos planos para assinatura de material exclusivo.

Assine Agora