Review das tendências apresentadas na temporada masculina de Londres

Movimentos libertadores, sentimentos nacionalistas. Todos eles emergiram nas passarelas masculinas de Londres. Mas foi a geometria, a invasão das cores, e uma pegada de alta moda que marcaram o rumo da moda masculina apresentada para o Inverno 2020 e suas futuras evoluções. Nesse caminho, as peças tomaram o rumo das construções geométricas rebuscadas, repletas de transpasses, janelas para exposição do corpo, e volumes amplos que transitaram do moulage com jeitão de alfaiataria ao streetwear.

A-Cold Wall colocou a estética dos moldes vazados como um caminho conceito para o homem atual. Para o mix de calças, sinalizou a permanência do jeans black, e dos tons terrosos macios, além do visual cargo colorido. Bolsos utilitários, zíperes, puffers se extenderam à alfaiataria através de tecidos técnicos. Alessandro Lucioni evidenciou igualmente a ênfase nas cores, as quais de acordo com as passarelas vão ser ofertadas em combos de calças, agasalhos de neoprene e camisas de colarinhos. Também em versões com jeitão plastificado e resinado da camisa western.

Cherry Tomato, variações azuis do Ibiza ao náutico, e pantones esverdeados do marine ao medium foram recorrentes. Já a grife Chalaian, sublinhou tons florescentes iluminando a paleta de neutros, interpretando contrastes de amarelo e verde em tons acinzentados, e variações de bege macadâmia. E como consenso, tivemos o look total white, colocado com falas de produção zen de bom tom para quase todas as ocasiões, em quase todas as coleções.

Mudando do tópico cores para o assunto padrões, Astrid Andersen trouxe um streetwear despojado permeado por listrados estilo malandro de subúrbio. Um visual que lembrou o mood “estou em casa”, através de caimentos e cortes lembrando hobby e calças estilo pijama.

E o denim, no meio de todas estas interpretações foi colocado para o homem atual em uma oferta ampliada, do fit ajustado ao oversized. Do black com ênfase no corte, ao completamente trabalhado por texturas e desenhos com pegada street – exemplo de Charles Jeffrey. Lavagens mais escuras, menos trabalhadas, e mais marcadas por pespontos foram sinalizadas como direções.

No quesito formas e volumes, três estéticas fortes foram sinalizadas: a alfaiataria descompromissada, o streetwear e o look cargo alta moda. No tópico acabamentos, o denim bruto, o stonewashed, o black, e os manchados em fits sequinhos. E por fim, no quesito tendências de mercado, não há como ignorar a alta aposta que o setor deverá confiar aos tingimentos coloridos da estação, e às calças masculinas mais elaboradas em termos de bolsos funcionais e recortes. Confira.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução

Assine o Guia de Tendências

O Guia de Tendências by Guia JeansWear é um serviço de pesquisa de tendências para o segmento jeanswear. Para saber mais sobre como podemos ajudar ainda mais no desenvolvimento de coleções assertivas para sua marca entre em contato pelo email atendimento@guiajeanswear.com.br ou pelo telefone (11) 2475.1113.

  • Ano Novo, material novo

    Está na hora de desenvolver novas coleções e nós do Guia JeansWear estamos aqui para te ajudar, conheça agora mesmo nossos planos para assinatura de material exclusivo.

Assine Agora