Cresce presença de empresas brasileiras na feira

A 28ª edição da Colombiatex que aconteceu entre os dias 26 e 28 de janeiro em Medelin, na Colômbia, trouxe um maior número de tecelagens brasileiras que receberam o apoio da ABIT e TexBrasil levando 22 empresas do setor têxtil nacional. Segundo o presidente da Inexmoda, Carlos Botero e o diretor-superintendente da ABIT, Fernando Pimentel, a crise interna e a mudança no câmbio se tornaram uma grande oportunidade de exportação para o mercado brasileiro, principalmente na América Latina onde os negócios tem se consolidado e gerado boas vendas.


Além de participar das rodadas de negócios com empresários colombianos, as empresas brasileiras apresentaram ao mercado vizinho as principais inovações em tecnologia têxtil e de insumos do Brasil. Estiveram presentes na feira: Britania, Cedro, Santanense, Cataguases, Covolan, Digitale Textil, Expor Manequins, Rosset, Santista/Tavex, Canatiba, Farbe, Vicunha, RVB Malhas, Tecnoblu, Santa Constancia, Berlan, TBM, Dalila, Paramount, Salotex, Pelican e Sancris.


A Colombiatex reuniu 21.300 visitantes – 12% a mais do que no ano anterior, dos quais 1.770 foram compradores internacionais (equatorianos, venezuelanos, peruanos, mexicanos, estadunidenses e brasileiros) e 12.180 compradores nacionais que movimentaram a dinâmica dos negócios da principal feira têxtil da região, com USD313 milhões, 2% a mais do que em 2015.


O evento tem como objetivos conhecer as necessidades do setor têxtil-confecção, gerar espaços para a conexão das empresas que pertencem à sua cadeia de valor e transformar a indústria da moda a partir da inovação e o conhecimento. 80% dos compradores manifestou realizar negócios no curto e médio prazo levando em consideração que 47% do total de visitantes realizaram negócios durante os três dias do evento, segundo o Inexmoda.


“A Colombiatex 2016 gerou resultados positivos em termos de negócios e networking, mas ao mesmo tempo trouxe novas expectativas para os empresários que fazem parte de uma indústria representativa do país, em razão do interesse apresentado pela ministra do Comércio, Indústria e Turismo, Cecilia Álvarez; o Governador da Antioquia, Luis Pérez; e o prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez; que coincidiram com a Inexmoda em trabalhar pela competitividade do setor”, adicionou Carlos Eduardo Botero, presidente da Inexmoda.


Em relação aos expositores a feira recebeu 43% de stands internacionais como a Índia que transformou-se no país com maior número de representantes com 15% de participação, seguida pelo Brasil com 12%, a Itália com 11%, Espanha com 10%, Turquia e Estados Unidos com 4%, entre outros países.


Os visitantes puderam conferir também palestras lideradas pelo Laboratório de Moda de Inexmoda, Coltejer, Huntsman, Proquinal e WGSN, além do Denim Review com uma linda exposição e do Denim Day com desfiles homenageando a versatilidade e capacidade de reinvenção deste material que há gerações faz parte da indústria. E, para despertar ainda mais a criatividade das pessoas, 13 empresas fizeram parte da programação dos Flash.Mobs, momentos de moda onde marcas como Hiena, Entreaguas, Jorge Orozco, Santista, Enka e Fabricato, entre outras, tomaram a Plazoleta Central e o Pavilhão Verde.

MARLENE FERNANDES | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / INEXMODA