Do bruto ao delavé

Para atrair os olhares femininos, vitrinas da Itália apostam em ambientes cleans, modernos ou coloridos, mas que sempre contam uma história.


O jeans se sobressai na Yamamay nas peças leves em minissaias, vestidinhos e macaquinhos, tudo com lavagem bruta.


Tons sóbrios invadem a vitrina da Floris com tricôs e vestido xadrez. O jeans vem reto com amassados e manchas esbranquiçadas.


Denins com as barras enroladas ganham puí­dos, cerzidos e manchas nas peças da Stefanel. O vestido em malha canelada fica descontraí­do com a jaqueta tradicional.


Na Benetton, peças descontraí­das em um cenário pra lá de criativo, com jeans leves e brutos em shorts e saias. Modelos em algodão complementam os looks.


A Max Mara mesclou tons de cinza, branco e vermelho em sua vitrina, com peças clássicas e jeans amaciado com manchas.


Com uma pegada rocker as meninas da Benetton Bambini abusam das jaquetas em couro, mas também ganham ingenuidade com o xadrez vichy da camisa e da bolsinha. Para completar o look, minissaia no azul médio com amassados e puí­dos.
Tons claros misturam-se a cadeiras com rosas na vitrina da Sisley. Para as mulheres, sarjas em calças com as barras viradas, vestidos e shorts boyfriend. Tudo muito leve e clean.


A loja multimarcas Tory Store aposta nos cinzas e pretos, além do Denim com descarregamento de cor.


Garotas modernas apresentam a coleção da Oregon em jaquetas estruturadas, minissaias, calças com lavagens claras e aspecto vintage, além do black denim.


Já a Motivi destaca rasgos e puí­dos em jeans clareados, ou no white denim. Casacos, jaquetas e tricôs leves completam a produção.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: JANAíNA CESAR