10 estilos de jeans que vão empoderar seu pensamento criativo

Os jeans apresentados nos desfiles de moda costumam se dividir entre dois estilos: os mais comerciais, que trazem sugestões usáveis e lembram peças familiares, e os que fogem completamente do comum.

Esta última opção costuma ser o tipo de lançamento que, no mínimo, exige uma dose especial de confiança para ser usada pelo consumidor. Mas verdade seja dita, sem essas criações mais ousadas dificilmente a moda mudaria tanto. O look que impacta, sempre foi o mote principal da moda.

Por isto, tanto consumidores quanto indústria, mesmo quando julgam essas ideias pouco usáveis, acabam sendo influenciados por elas. De forma consciente ou não, percebemos a força de uma nova cor, nos motivamos a nos reinventar, e encontramos coragem para vestir versões renovadas de nós mesmos por meio de volumes e comprimentos.

É por este motivo que selecionamos dez aparições onde o jeans passou bem longe do seu formato tradicional nas passarelas de Inverno 2021 internacional (equivalente a 2022 brasileiro). Confira abaixo:

1.  Ashish Gupta

Ashish Gupta, é um criador sempre aguardado pelo setor jeanswear, pois nunca sugere Denim de forma comum. Como contribuição para a indústria, Ashish apresentou o uso de paetês no jeans como se fossem respingos coloridos de tinta.

2. Hellessy

O retorno do jeans enfeitado com longas e estilosas franjas na coleção de Hellessy é o empurrão que faltava para os criadores que estão pensando em investir no jeans enfeitado.

3. TRE by Natalie Ratabesi

O jeans extremamente trabalhado expondo a pele através de construções vazadas foi a grande ousadia de TRE by Natalie Ratabesi que com a iniciativa validou a estética cut out para novos públicos.

4. Tanya Taylor

As medidas exageradas da pantalona Tanya Taylor, assim como diversas interpretações  da temporada, prometem encorajar amplitudes mais corajosas do fit na modelagem do jeans.

5. Romeo Hunte

A marca sugeriu o jeans com entrepernas em comprimentos drasticamente opostos, conciliando a ideia de calça e microshort em um único modelo. Uma verdadeira apologia à assimetria.

6. Peter Do

Encontrar referências para a consumidora de moda clássica nem sempre é fácil. Peter Do facilitou essa tarefa, quando interpretou o two tone em formato espiral e levou o desenho rebuscado dos jabôs para constar no sketchbook de ideias finas do setor.

7. Thierry Mugler

Quem trabalha com jeans no estilo mulherão precisa conferir os recortes de Thierry Mugler. O jeans apareceu em formas sugestivas na coleção, com recortes lembrando lingeries moldando silhuetas extremamente lisonjeiras. Um repertório rico para atender aos caprichos da consumidora de jeans mais vaidosa.

8. Beatrice b. 

Beatrice b. foi mais um nome que propôs a modelagem da pantalona em medidas drásticas. No entanto, sua grande contribuição para a temporada foi a inclusão do strass em toda superfície do jeans e do acessório lenço arrematando a peça.

9. Tom Ford

Todos nós já vimos bastante o tie dye nas coleções, mas Tom Ford mostrou que é possível elevá-lo ao contexto do luxo. A leitura foi alcançada, com as formações do jeans manchado com blusas em tecidos nobres e estilo festa.

10. Balmain

Balmain conseguiu fazer um modelo conhecido – a jegging – fugir do trivial ao inseri-la na coleção como camada interna de uma saia com fenda. Com a iniciativa, a grife nos lembrou que a renovação do jeans não precisa estar no seu desenho, ou beneficiamento. Também pode estar na proposta de um novo modo de uso.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução

Adquira o Guia de Tendências

O Guia de Tendências é um serviço de pesquisa internacional de moda e comportamento para o segmento jeanswear. Quer saber mais sobre esse serviço, entre em contato conosco pelo e-mail atendimento@guiajeanswear.com.br ou pelos telefones (11) 2656-8285 e (31) 99834-8450.

  • Conheça nosso material exclusivo de tendências!

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!