Inspiração no alpinismo e nos outdoors americanos em Tommy Hilfiger

Paisagens repletas de neve, com picos escarpados, e uma imediata associação com os mais paradisíacos outdoors invernais americanos. O inverno 2014/15 de Tommy Hilfiger trouxe até mesmo influências técnicas do alpinismo, juntamente com referências da indumentária dos trabalhadores do oeste americano, fortalecendo a consistência da indumentária workwear como uma das mais solicitadas e pertinentes apostas, colocadas pelos designers nas passarelas do New York Fashion Week.



O denim foi trabalhado tanto na versão índigo lavado em macacões longos, e também em calças com fisionomias marcadas pela fusão do fit boyfriend com o estilo cargo, elevadas pela leitura da cintura estilo clochard. Já a aparência bruta, foi proposta em conjuntos de casaco+saia evasé, e na jaqueta do lenhador. Nas fisionomias, destaque para os maxi-bolsos utilitários quadrados, salientados por pespontos contrastantes, e as construções arrancadas compondo assimetrias, e conferindo um toque de atualidade às interpretações.



Na cartela de estampas, o blue denim dialogou com o xadrez tartan e estilo “buffalo”, lembrando as mantas rústicas das montanhas geladas, pontuadas pelo efeito “frayed” (franja desfiada na barra). Em alinhamento com os demais desfiles, o jeans constou em produções marcadas por camadas volumosas, agasalhos térmicos, detalhes em couro e complementos com peles, anunciando um inverno 2014 (equivalente à 2015 brasileiro) intenso, aventureiro, e inspirado nos trabalhadores braçais.