Mix de formas e materiais no desfile de Jefferson Kulig

Jefferson Kulig parece vir traçando um caminho conciso na moda conceitual. Para a temporada de Verão 2012, a principal proposta do estilista é o mix, seja ele de materiais, ou de referências, que remeteram desde ao esporte até a gastronomia (com uma estampas elaboradas a partir de tranças de macarrões).

Mas Jefferson gosta mesmo é de ousar nas formas e tecidos. A linha do estilista traz peças semelhantes nas quais só o volume sofre alterações: que pode descer das mangas e ir parar nos quadris, por exemplo. Já os artigos são tecnológicos, alguns até lembram bases de roupas esportivas, como o neoprene, mas em versão mais glamourosa.

Há quem torça o nariz para suas criações, mas o designer de moda alcança a principal proposta de um desfile, apresentar o nunca visto e provocar diferentes tipos de reações – que vão do estranhamento ao desejo.