O jeans decorativo de Chanel

Os amantes do jeans sempre torcem fervorosamente por belas e conceituais interpretações do denim pelas casas de “haute couture”. Nesta última edição do Paris Fashion Week, a icônica Chanel trouxe em sua coleção de inverno 2013 (equivalente à 2014 nacional) apenas um único exemplar na versão índigo original e um segundo na aparência black grafite.


No exemplar em blue jeans, Karl Lagerfeld incluiu múltiplas informações de moda extremamente representativas das tendências da temporada. São elas o visual decorativo para o denim, a lógica de conjunto ( o jeans veio com aplicações no mesmo tecido do casaco do look), e a busca por efeitos tridimensionais no jeans ( aplicações em tweed).


Também a idéia do jeans como artigo de luxo, e preciosidade, é trabalhada pela Chanel, especialmente na calça com denim grafite com a superfície absolutamente adornada. Esta a segunda aparição que dialoga com o jeanswear, apresentada no desfile.


No mix de produtos, peças simples e ousadas prometem influenciar bastante o mercado ready-to-wear, como os tricôs longos e extra-large. Algo que precisa dialogar com os fits do jeans, pois quando o comprimento longo não alcançar o status de “vestido”, o look pedirá o complemento de skinnies e jeggings.


Destaque também para as transparências, especialmente na cor preto. Ótimas referências de visual para as marcas que trabalham o lifestyle frequentador de baladas, e apreciador de um estilo mais glamouroso. Mas estas são apenas algumas associações para com a linguagem jeanswear, convidamos os leitores a apreciar nossa seleção, selecionando suas próprias influências.