O terceiro e último dia do evento para temporada de Inverno 2014

A marca Juss foi a primeira a se apresentar na noite de ontem, em São Paulo. Com foco no público masculino, a ex-publicitária Juliana Souza, a Juss, afirma, porém, que suas peças caem bem também para as meninas adeptas do estilo boyfriend. “Quem faz a roupa é a pessoa que a veste”, completa. A inspiração da coleção veio da troca de peles dos animais e, muitas vezes, da nossa própria, referindo-se às mudanças que estamos sujeitos a sofrer de acordo com a nossa evolução pessoal. Na passarela, texturas e cores se misturavam às estampas tanto de esqueletos quanto de peles de animais. Em parceria com a marca de calçados Perky, os modelos usaram tênis exclusivos que completavam a coleção.


Karin Feller olhou para o carinho e preciosidade que colecionadores têm por suas coleções. Borboletas, selos, cartas, livros a repetição desses itens se transforma em estampas e padronagens em tons escuros, porém confortáveis. Os drops de cores vivas foram essenciais para iluminar a coleção, que contou com muitos conjuntos e um forte apelo comercial. A cartela de cores passou pelo preto, cinza, tons de verde, rosa e azul, pontuada por alguns itens nude.


Uma modelo de macacão pink com recortes no peito e costas, dançando ao som do tema da Pantera Cor de Rosa, abriu o desfile de Fernando Cozendey. Dessa vez, o estilista trouxe tigres, panteras, leões e onças para suas criações lúdicas, sempre com um forte DNA do beachwear, porém misturado às diferentes referências dos segmentos de alfaiataria, street e sportwear. Texturas, Lycra® e ousadia marcaram a passarela do criador.


Encerrando a noite e a 34ª edição do evento, Walério Araújo misturou as referências de lugares distantes como África e Índia para criar um desfile mais sóbrio do que o esperado. As estampas e padronagens étnicas se misturavam muito bem com os belos acessórios e com a beleza do desfile. Destaque para as peças que exaltavam a feminilidade como os vestidos fluidos e saias midi. Encerrando com um toque de vinil e mais ousadia, os macacões foram as estrelas da noite. A cartela de cores permaneceu nos tons terrosos como marrom, beges, alaranjados e amarelos.