Vaqueiras matadoras no desfile de Phillip Pleim

Vaqueiras “matadoras” vestindo couro, distressed denim e pele de raposa, ao som do mais novo hit da cantora Rita Ora: “facemelt”. Phillip Pleim colocou nas passarelas de Milão, o lado sombrio do tema cowboy e da indumentária relacionada aos rodeios, e para enfatizar ainda mais o tema, estacionou na entrada do teatro Alcione, nada mais nada menos do que um clássico El Camino, o carro que nos anos se tornou o símbolo do lifestyle fazenda.


No mix da coleção, muito couro, looks monocromáticos, aplicações de ilhoses, pele, amarrações trançadas, e o xadrez tartan em paleta vermelha. O animal print foi colocado em visual cintilante e sedutor, pontuado por devorês e largos cintos de vaqueiro com fivelas metalizadas gigantes. O jeans black de couro foi proposto repleto de aplicações, enquanto o visual índigo desbotado, tomou emprestado da coleção masculina do designer o volume viril, e a aparência agressiva.


A coleção que foi iniciada e encerrada com a impactante presença da modelo Naomi Campbell, aponta principalmente para o valor do tema cowboy para o segmento denim, especialmente em seus formatos mais sedutores. Se antes o couro vinha associado ao universo do motociclismo, no inverno 2014 internacional, equivalente à 2015 nacional, trará cenários de fazendas, galopes, e ambientes de luxúria e boemia.