A beleza das plumas nos clássicos da Levis

Encontrar o look perfeito, o mais comunicativo, em poucos minutos logo pela manhã: definitivamente não existe tarefa mais incompatível com o ritmo em que vivemos na atualidade. O resultado de toda essa pressa, com frequência, é a opção pelo trivial. Nesse contexto, as reinterpretações das fisionomias mais básicas da moda como o jeans e a camiseta, crescem em termos de importância, elevando seu status de macrotendência sólida à inspiração principal.



Essa é a lógica da mais recente coleção da Levis, lançada em parceria com a influente varejista de moda global Opening Ceremony. Na coleção intitulada “Opening Ceremony ReWork”, os modelos icônicos 501 e o 505, assim como a clássica t-shirt branca na versão do moletom, são os ítens eleitos para representar o lifestyle da era dos “sem tempo”, e atuam como ponto de partida central para a criação de composições lúdicas e singular. No diálogo, os dois ítens são propostos tal qual a unidade de um conjunto, elevados pelo toque rebuscado da alfaiataria, e pela aparência singular das plumas; que são acrescentadas como elemento conceitual distanciar a leitura final do look do comum.



A ideia é tornar o look imediato, o mais especial e encantador possível. Enquanto a cartela de cores obedece a lógica da fácil coordenação, com a five-pockets transitando dos índigos médios ao white denim; as t-shirts ganham apenas as variações essenciais, em preto e branco. O shortinho de cós alto,



Já as plumas, um dos elementos mais explorados nas coleções ready-to-wear da temporada equivalente ao Verão 2016, atuam como protagonistas acrescentando ao look final um toque de editorial de moda com jeitão de passarela, sem desabilitar o adjetivo usável do look final. Em versões e detalhes mais sutis, as peças são excelentes referências para quem busca conciliar elementos românticos em roupas com apelo neutro e de fácil coordenação.


VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO