A equação que vai definir o entrepernas trabalhado do jeans de inverno

O jeans trabalhado: daqueles que não se repete todo o dia. No Inverno 2018, em todos os fits e estilos; ele será uma importante peça-desejo. Isso não implica em uma coleção inteira feita de araras de calças completamente chamativas; mas em um espaço importante de modelos elaborados, assegurado à cada lavagem, tema, conceito ou modelagem tendência da estação.



Entre as referências que vão somar detalhes atuais para esta demanda, o olhar antecipado da feira Denim by Première Vision sugeriu a estética das joelheiras, como ponto de partida inspiracional para todo o entrepernas. Porém desta vez o detalhe – tão relacionado ao estilo biker – vai se diluir em outras influências; como o decorativismo e a engenharia squared. O resultado desta equação vai ser um somatório de linguagens: do decorativismo, teremos a lógica do acúmulo de mais de um efeito ou recurso na na mesma área. E dos mosaicos de patches, teremos a ênfase no mix de tecidos e lavagens.



Recortes acrescidos de cerzidos, pontos de luz enriquecidos por metais, patches destacados por estampas, puídos refinados por metais, e variações do índigo pontuados por tampões; são alguns exemplos ilustrativos desta influência que vai marcar uma fatia importante do sortimento de calças jeans da estação. E enquanto as lavagens envelhecidas e macias vão buscar o discurso do hand made artesanal; a cartela black vai fazer um chamado às interferências que fazem jus ao seu jeitão urbano. Para tanto, vai priorizar detalhes completamente industriais: entre eles os reforços em matelassê, os pespontos diamante, os recortes verticais, e as joelheiras de desempenho.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR