A grande virada!

A vista frontal da calça é e sempre será responsável pela primeira abordagem do ego, mas é na “grande virada” em frente ao espelho que o encantamento se confirma ou se dissipa.


Nessa hora nada supera bolsos traseiros convencionais bem colocados: o formato indefectível raramente decepciona exceto quando guarda um conteúdo absolutamente vazio de novidades.


É aí que entra a segunda “grande virada” – desta vez dos bolsos traseiros – que surgem repaginados jogando charme nas peças com muita sutileza através de detalhes como bordas rebatidas para o lado externo, nos cantos ou de maneira simétrica nas laterais marcando volumes ou ainda servindo de pretexto para pespontos paralelos decorativos.


Além disso, dentro da segurança do tão indefectível formato tradicional há espaço de sobra para recortes múltiplos que podem servir de “gabarito” para pespontos vaidosos e urbanos que podem ainda “vestir” bordados diferenciados ou mesmo dispensá-los com a devida competência. Confira as sugestões das fotos.


VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR