A segunda pele da moda de rua

Em primeiro lugar: pele, muita pele! Em segundo lugar o jeans a segunda pele da moda de rua. Dentre as produções que ganharam maior notabilidade nos manequins e espaços de destaque desta última edição da feira Bread & Butter Inverno 2013 destacaram-se as composições que formaram este glamouroso contraponto.


Para as propostas mais femininas aplica-se a seguinte equação: quanto maior o volume e o visual de luxo do casaco ou colete, maior o a intensidade dos efeito de devorês aplicados na superfície do denim. Assim, o look evita qualquer risco de comunicar “soberba” e garante o livre trânsito pelo cenário urbano com aparência e espírito de vanguarda.

Para as peles mais delicadas, em tons rosa apastelados ou branco lembrando plumas o contraponto foi formado pelo “leather denim” em fit super ajustado.


Nas malhas retilíneas as peles aparecem criando volumes intensos na gola, modificando silhuetas e recriando shapes. Para equilibrar o look afunilando a silhueta o jeans surge no fit ajustado super skinny. Modelagens mais soltas como boyfriend exigem produção com pernas à mostra em shorts ou bermudas com barras desfiadas.


Parkas e casacos com manta acrílica representam a essência do streetwear no inverno. Neles, a pele se restringe a detalhes volumosos na gola ou contorno do capuz: detalhes que modificam o porte das peças tornando-as mais imponentes para o frio. Nestas produções, o destaque com frequência foi o jeans colorido acompanhando o tom despojado da produção.


Por fim, a proposta “pele” incorporada com toda sua convicção consta na coleção da Gas, que propõe produções com pele no casaco e estampa de bicho no jeans. Lembrando que felizmente, por mais fiel que seja a reprodução do material, a proposta que veste bem e pega bem nas coleções é a pele sintética.


VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR