Ampliação da linguagem do bottom ao topo do look

Juntamente com as peles, eles são os responsáveis pelo “mise en scène” das coleções de inverno 2015. Estamos falando dos efeitos metalizados, das aparências leitosas, do brilho e do efeito “molhado” no black denim. Desta vez, além das calças, a lógica ganha maior coragem devido às diversas interpretações totalmente metalizadas que foram apresentadas nas passarelas de Inverno 2015. Com efeito, identificam-se diversas manifestações também do casaco levando o visual metálico para a moda de rua.


Nas feiras de Berlim, além do clássico “gold denim”, e das cartelas prata, chumbo, e cobre, aplicadas sobre fundo escuro, destacaram-se as peças metalizadas manchadas em tons de prata espatulado sobre verde, e principalmente, as peças que alternaram o efeito entre nuances de cinza e black. Tanto o prata quanto o dourado, adquirem um discurso mais próximo da moda do dia-a-dia, motivo pelo qual amplia sua presença no guarda-roupa pessoal, em jaquetas e casacos, e também se multiplica em aparências listradas ou constando na própria construção do tecido.


Já o jeans black e o grafite resinado, estes constam em duas diferentes versões: acabamentos foscos e perolados alinhados à proposta biker, ou superfície brilhosa, lembrando o denim molhado, levando aparências mais sedutoras, e estilos mais noturnos para as coleções. Nas araras de grandes marcas, além de diferenciar as peças por completo, o efeito foi aplicado com criatividade simulando a lógica blocked, ou mesmo lembrando a aplicação de patches. Confira as imagens.


VIVIAN DAVID / FOTOS DETALHES: EQUIPE GUIAJEANSWEAR / DEMAIS FOTOS: REPRODUÇÃO