Androginia chic de Freja Beha no denim da Mother

A tal valorização dos básicos, macrotendência cujo visual impera de maneira crescente como estilo no segmento jeanswear, agora começa a se definir na pele de nomes influentes para o grande público consumidor. O guarda-roupa essencial atual, é tão chic quanto a atitude de uma supermodelo. E essa é a grande sacada da mais nova capsule collection noticiada no universo índigo.


Quem assina embaixo do estilo anti-moda é a dinamarquesa Freja Beha Erichsen, lançada nas passarelas por grandes nomes da alta costura como Miu Miu e Prada, porta-voz mais requisitada do estilo cool e andrógino no circuito de moda global. A modelo irá estrear neste mês, a primeira coleção de roupas cujo estilo leva sua assinatura pessoal. A partir do dia 16 de setembro, estará disponível na marca de denim Mother, uma coleção cápsula inspirada no lifestyle representado pela modelo, com um mix definido por peças extremamente funcionais.


A gama de roupas, não apenas irá proporcionar às amantes do segmento a oportunidade de imitar o invejável estilo “garota levada e chic” da modelo, mas também tem a proposta de ajudar em uma nobre causa, com 10 % das vendas de cada peça sendo destinadas ao Doctors Without Borders, um programa de caridade que provém cuidados médicos a aproximadamente 70 países impactados por guerras, desnutrição e desastres naturais.


A coleção assinada pela modelo, varia entre as lavagens blue, black e grafite, passando pela clássica paleta do workwear: o verde oliva sujinho. Além do jeans focado no fit skinny com jeitão desleixado, o mix inclui também camisas e shorts cut-off.

ViVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO