Batas e túnicas superam o papel de variação da camisa chambray

Batas sequinhas para eles, soltas em romantismo para elas. Túnicas minimalistas para

eles, fashion e utilitárias para elas. Entre as araras das coleções de

Inverno 2016, chama a atenção o número expressivo em que ambas as

peças aparecem, superando o papel de simples variação para a fisionomia da camisa de

chambray, para alcançar o status de porta voz direto de um determinado tema, tendência

ou lifestyle para o consumidor.



No menswear, enquanto homens modernos e essencialmente urbanos

são assediados pelos cortes retos, pelo visual clean e pela atualização dos

comprimentos; o “tipão” descompromissado reconhece seu estilo no shape amplo e nas

lavagens e estampas mais criativas e plurais. Nas peças com discurso mais urbano e

alinhado, a multiplicação das interpretações se dá pela sutileza das lavagens com efeito

ombré, e pelos tingimentos em cartelas sedutoras como o vinho. No

styling, as mangas são ajustadas e dobradas expondo o estilo e

revelando a exigência de capricho nos forros e no interior. Neste estilo, comprimentos e

larguras comunicam senso de praticidade e atuam como tópico principal, para lembrar o

alinhamento da camisa, mas com o toque sutil de libertação associado à fisionomia da

bata.



Enquanto isso, nos shapes amplos masculinos que exploram a

imagem desencanada do gênero, o experimentalismo está mais presente tanto nas

lavagens quanto nas estampas. O efeito degradê, abre espaço para cores aquareladas,

os padrões aceitam desenhos étnicos apagados, e o grafite, perde o jeito compenetrado

através de efeitos desbotados e macios onde prevalece a sensação de conforto.



Já no mix feminino, embora também constem as interpretações

enxutas tanto em batas quanto em túnicas, o visual desejo mais comercial da estação

está relacionado às modelagens soltas e longas. Na sua versão mais delicada e

inocente, as peças incorporam elementos como gola padre, formas curvas, pences

embutindo franzidos e botões românticos. No contraponto, seu discurso urbano prefere o

utilitarismo dos cortes retos, o acréscimo de lapelas e bolsos estilo

carpinteiro, o denim pesado pontuado pelo pesponto aparente e mesmo a linguagem das

barras desfiadas.



Nossa galeria agrupa imagens inspiracionais garimpadas pela nossa equipe tanto em

influentes feiras globais, como nas confirmações do varejo e-
commerce
global.



VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR / REPRODUÇÃO