Blocked denim monopoliza formas no jeans

O que começou como uma microtendência corajosa no segmento jeanswear, acabou agradando ao paladar dos designers do segmento como uma possibilidade de reinventar até mesmo a silhueta mais contida. O blocked denim, além de proporcionar aos criadores do segmento a possibilidade de reformular fits já conhecidos e triviais, trouxe ao guarda-roupa índigo frescor e renovação. A lógica repaginou skinnies, croppeds, camisas chambray, coletes e jaquetas: ou seja, todo o mix básico da indústria denim.


O apelo inédito do visual que reverencia múltiplas tonalidades índigo, mantendo as modelagens favoritas, mostrou poderoso apelo comercial graças ao jeitão de novidade assimilado com entusiasmo pelo público consumidor. Felizmente, os recortes no denim não esgotaram seu repertório para o design. As passarelas de Verão 2013-14 apresentaram a proposta, e as coleções Resort e de verão 2014-15 para o menswear evidenciaram sua continuidade. Um dos fatores que estimulou tal permanência, foi a conveniência do laser, que simula as construções através de blocos com diferentes tonalidades, sem a exigência de recortes. Se antes já eram informações de moda viáveis, com a técnica, tornaram-se também extremamente ágeis para o chão de fábrica que dispõe de tal tecnologia. Notify é um bom exemplo, de uso do laser para reprodução do visual blocked.


Já não se trata de um estilo novo, mas sim de um formato absorvido, apreciado, e desejado. O potencial de descobrir incontáveis fisionomias dentro de um volume restrito e já consagrado, permanece uma excelente proposta tanto para a temporada de verão que emerge, quanto para a posterior, referente à temporada 2014-15. Para inspirar os leitores, agrupamos alguns exemplares mais recentes, comprovando a estabilidade do blocked denim para o repertório de design das próximas coleções.


VIVIAN DAVID / FOTOS: REPRODUÇÃO