Casa cheia e agrupamento focado em exclusividade

Encerrou-se no dia 10 de julho a vigésima quarta edição da feira Premium, lançando com antecedência para o mercado global as coleções correspondentes ao Verão 2015 – 2016. O evento contemplou um agrupamento que totalizou 900 marcas e um portfólio de 1.500 coleções.

+ Bread and Butter: a feira em números e seus principais acontecimentos.

De casa cheia, a feira foi definida por muitos expositores como “a escolha certa” para realizar negócios entre as concorrentes que ocorreram paralelas, e registrou aumento da presença de compradores e lojistas internacionais, especialmente do Sul da Europa e Itália. No total, foram 27% de visitantes da Alemanha, 22% do Sul da Europa, 21% da França e Benelux, 12% estrangeiros, 4% Áustria e Suíça, 4% do Oeste Europeu e 5% da Escandinávia, entre outros.



Para os varejistas, o agrupamento diferenciou-se por um perfil mais oportuno à construção de ofertas mais exclusivas e individuais. Paralelo aos negócios da feira, aconteceram também diversas palestras, pedidos e encomendas. Entre as propostas mais direcionais para o segmento denim, destaque para o jeans destroyed, couro perfurado, interpretações frescas do tuxedo masculino, e as misturas de seda e denim nos tops, tópico contemplado pela Dawn, que segundo visitantes, consistiu na marca que apresentou a melhor coleção apresentada durante a Premium.



A próxima edição anuncia mudanças, por exemplo, a intenção da criação dos novos espaços New Luxury e Pre-collections, que prometem tornar a feira ainda mais completa. Enquanto a Bread&Butter permanece influente pelo perfil comercial e focado em negócios, a Premium se posiciona com confiança no mercado de lançamentos globais, pelo formato focado em novidades, exclusividade, e voltada aos compradores internacionais que buscam escolhas diferenciadas entre os lançamentos.

VIVIAN DAVID / FOTOS: DIVULGAÇÃO